Que as meninas como elogios

Por exemplo, 'você é lindo' parece um pouco trivial. Mas o louvor 'você é lindo, como um raio de sol', a garota não gosta de reclamar. Lista de elogios para a menina. Não vamos dar frases concretas que são bastante fáceis de pensar por conta própria, mas concentre-se no que exatamente se pode louvar em uma garota. No filme de 2004 Meninas Malvadas, que teve grande importância cultural, a estudante popular Regina George nos ensina uma lição importante: os elogios que fazemos às pessoas poderiam ser muito ... Que as mulheres adoram receber elogios todo mundo já sabe, mas é preciso ser bem cauteloso quando for elogiar alguma, já que existem alguns que podem soar como grosseiros e ter o feito contrário ao que você deseja, não agradando a mulher de maneira nenhuma – muito pelo contrário. Quem disse que amigo não pode ser crush?Os melhores elogios para fotos nem sempre são explícitos ou envolvem declarações de amor. Se você não sabe o que comentar no foto do @, essa lista é a prova de que é possível fazer elogios para fotos de forma criativa e inteligente:. 100& diva; A cada dia mais gata. Achei estupendo. Alegrou meu dia; Além da linda, inteligente. 25 elogios maravilhosos para você mandar só para quem merece ... Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, que o reconhecem e identificam como um usuário único, para garantir a melhor ... Meninas como eu passam frio às 01:00am, porque isso faz com que ela se sinta mais perto dele, o que consequentemente nos deixa mais seguras, e mais protegidas, talvez o frio que passamos na frente do pc, seja mais acolhedor do que a falsa sensação de calor que o cobertor e a cama solitária pode proporcionar... “Fazer elogios para sua namorada da maneira errada é muito pior do que deixar de elogiar” Os melhores elogios para a sua namorada se apaixonar. Como já dizia um dos maiores cientistas de todos os tempos Sigmund Freud: “Podemos nos defender de um ataque, mas somos indefesos a um elogio” Sigmund Freud. Como foi explicado anteriormente ... Hoje em dia, os melhores elogios para as meninas significam mais do que dizer a ela que você a acha bonita. E caso você não saiba, nunca foi um assobio, um toque indesejado ou a chamada. Conteúdo: Estes são os 20 melhores elogios para meninas que todas as meninas adorariam ouvir. Lembre-se de quando você a elogiar, seja sincero e respeitoso. Por tudo isso que eu, como mulher e mãe de uma menina, acredito fortemente que se nós, mulheres adultas, passarmos a observar e mudar este hábito do elogio sempre a aparência e focarmos em qualidades interiores das meninas, estaremos contribuindo para que elas cresçam mulheres mais seguras, que sabem que são amadas e aceitas pelo o que ... Os elogios são uma das ferramentas mais poderosas que os pais podem usar para incentivar o bom comportamento e a auto-estima nas crianças. Um elogio pode ser uma palavra, um gesto, um sorriso que proporciona à criança um sentimento de bem estar e que mostra que você aprova o seu comportamento. Como adultos, todos nós …

Twitter #PINTOAWARDS

2020.09.07 15:45 emitllik Twitter #PINTOAWARDS

Esses dias eu estava vagando no twitter quando me deparei com a hashtag #PINTOSAWARDS nos assuntos do momento. Curioso, fui ver o que era. E era basicamente homens mandando fotos e até mesmo vídeos da rola para os outros (tanto mulheres quanto outros homens) no privado para eles/elas avaliarem. E quando eu digo avaliar, eles avaliam mesmo kkk, desde o tamanho, as veias, o saco, a cabeça, a fartura da gozada etc, dando uma nota pra cada atributo. As vezes tem umas que nem avaliam, só querem ver a rola alheia mesmo, trocar nudes e conversar putaria kkkk. Nessa brincadeira eu decidi criar uma conta secundaria e participar disso, isso no sábado. Na minha primeira postagem já apareceu umas 3 meninas pedindo pra ver. Aliás, tem umas que já deixam a DM aberta, daí já mando umas fotos logo de cara e dependendo de como se desenrola eu vou mandando mais. Desde então troquei nudes com umas 10 meninas e conversando muita putaria, coisa de eu ficar até às 3 da manhã. Sempre meio que fui um pouquinho inseguro com o tamanho do meu pênis (talvez pelo fato de eu ainda ser virgem) mesmo sabendo que ele está até acima da média (ele tem 19~20 cm). Mas os elogios e as conversas safadas que estou tendo acabam melhorando minha autoestima e eu simplesmente quero continuar kkkk. Queria saber qual a opinião a respeito dessa # no geral kkkk
submitted by emitllik to sexualidade [link] [comments]


2020.08.26 01:31 multi_fandom1995 Casos e acasos:Itzy,letters for midzys

Galera,hj vou fazer uma especie de quadro aqui chamado "casos e acasos",o contexto desse quadro vai ser eu explicando alguns casos do kpop para as pessoas de fora do fandom ou para as pessoas que estão chegando e tbm irei dar minha opinião.Esse é um caso bem importante para o kpop já que agora,estão mostrando o lado humano dos k-idols,o Itzy é um girlgroup de kpop da JYP enterteriment contendo as seguintes integrantes:Yeji,Lia,Ryujin,Chaeryeong(ou Chaery)e Yuna,elas debutaram no dia 18 de fevereiro de 2019 com a musica Dalla Dalla( 달라 달라).Recentemente no seu debut de Not Shy as garotas fizeram uma especie de desabafo(e na verdade é um desabafo)para seus fãs e mostrando suas verdadeiras faces,Eu não vi o vídeo do desabafo(e nem tenho coragem de ver,mas vi em um ig e tenho uma boa ideia do que aconteceu)porém,eu quero dar minha opinião sobre o que cada uma das meninas falou:
Yeji(guardar sentimentos para si):É bem ruim vc guardar sentimentos para vc mesma e receber uma pressão gigantesca já que é a líder,eu até entendo como é isso,vc não querer falar para ninguém o que sente,mas é necessário,guardar para vc mesmo te faz ficar com uma especie de pressão ou um nó na garganta,apenas fale o que sente para alguém próximo de vc ou escreve em um diário(Yeji relatou que a Lia chegou a dar um diário para ela mas mal usou)
Lia(inferioridade):Se sentir inferior não é bom,ver todos no topo e vc embaixo,a mesma relata que ela se sente inferior por causa da dança.Cada um dança do seu jeito,não conseguimos as vezes,estar no mesmo nível que a outra pessoa,aprendemos com o tempo,temos um nível de aprendizagem,não podemos forçar ninguém a ficar no mesmo nível que alguém(isso conta tanto na dança tanto na escola).Lia dança do jeito dela,eu danço do meu jeito,vc dança do seu jeito
Ryujin(corpo perfeito e nisoginia):Ela fala que vivia escutando que precisa ter um corpo perfeito,magro,para poder dançar perfeitamente.Não precisamos seguir um padrão para poder ser perfeitas,precisamos apenas de esforço,trabalhar duro e procurar(se precisar)auxilio.Ela dança muito bem e até fez um passo bem icônico(da era wannabe).Não precisa de um corpo perfeito,apenas de esforço,falando de esforço,ela falou também que toda vez que alguém vai elogiar ela ou o grupo as pessoas sempre falam "nossa nem parece um girl group"e ela esta de saco cheio sobre isso,as meninas misturam os dois níveis das danças de girl group e de boy group:São difíceis e elegantes ao mesmo tempo
Chaeryeong(bodyshame):Como todos nós sabemos,a Chaery sofreu por causa de sua aparência,chamaram ela de muitas coisas até mesmo de autista.Todos se lembram da vez que após o elogio de Lia,nossa cerejinha acabou caindo em lagrimas pelo elogio ser verdadeiro,era tanto hate que a própria mãe da Chaery precisou ir a publico para pedir para pararem de xingar a filha dela.Todo mundo é perfeito de seu jeito seja magro,gordo,branco,negro,ruivo,loiro,castanho,azul,amarelo,E.T etc,não devemos julgar pela sua aparência .O que fizeram com a Chaery é cyberbully e body shame,ela é linda e perfeita do jeitinho dela,ela(assim como as outras)não merecem sofrer isso,espero que a JYP faça algo sobre isso
Yuna(sua verdadeira "eu"):Ela tem medo de mostrar sua verdadeira "eu",ela tem medo das pessoas julgarem essa sua verdadeira "eu".Por ela ser nova,todos pensam que ela é inocente,fofinha e todas aquelas coisas mas gente,ela provavelmente não é daquele jeito,devemos ser nos mesmos,sem medo,sem o julgamento das pessoas.Yuna é uma pessoa que parece que tomou 4.000 redbulls e muitos doces(tipo MUITOS mesmo),ela é tipo quase uma Mabel na vida real,e se brincar gente,ela deve falar sobre coisas que a gente nem chega a pensar,então vamos deixar a nossa maknae ser do jeito dela
Bem é isso,amanhã irei contar sobre outro caso do kpop.Deixe a sua opinião aqui nos comentários,por favor sem comentários de ódio
submitted by multi_fandom1995 to desabafos [link] [comments]


2020.08.13 17:29 migons sou a babaca por bloquear meu amigo que ficou zoando nos comentários da minha foto?

olá luba, editores, gatas, falecidos papelões e turma que está a ver essa história aconteceu ontem e eu queria saber se fui a babaca (ou dramática)
tudo começou quando eu pleníssima decidi mudar a foto de perfil do meu facebook (coisa que eu faço MUITO raramente), eu desmarquei a opção de aparecer no feed de noticias, achando que as pessoas só iriam ver, mas não iriam poder curtir e nem comentar. achei errado, minhas amigas comentaram e um amigo meu também (vamos chamá-lo de farls) até aí tudo bem, eram só elogios numa foto normal, mas daí o menino que eu gosto (chamem de carls) que é amigo do farls, comentou também, eu respondi e então carls e farls ficaram comentando sem parar, no começo o farls ficou me shippando com o carls, eu respondi como se não estivesse gostando disso, já que o carls tá "webficando" com a menina que ele gosta.
mas o farls continuou, já tinha 20 comentários na minha foto só dessa conversa, foi então que o menino que eu gosto, carls começou a me shippar com o amigo dele

obs: o farls gosta de mim e ja me falou isso, mas eu sempre disse não pra ele e nunca demonstrei nenhuma forma de interesse, a todo momento eu mostrava que não queria ele

o carls também sabia disso, mas falou pro farls continuar insistindo em mim e etc, o que começou a me deixar com mais raiva, já que o intuito era que ninguém comentasse e eles fizeram aquela foto ter mais de 50 comentários, juntando com o fato de que o menino que eu gosto tava me jogando pro amigo dele, isso me deixou meio mal, eu já nem respondia os comentários mais, e eles só continuaram spammando, eu decidi avisar que se o farls continuasse eu iria bloquear ele
ele zombou, então eu apenas bloqueei o farls, mas ele foi na minha dm do instagram e ficou rindo, eu ignorei e no dia seguinte ele me mandou um texto pedindo pra eu desbloquear e falando que era só zoeira, eu expliquei que tava tudo bem falarem aquilo se não fosse na >minha< foto já que normalmente os comentários de uma foto são elogios e nada mais
detalhe: eu queria bloquear o farls há muito tempo, ele me mandava mensagens todos os dias e cobrava que eu nunca chamava, mas sempre que eu chamava, ele dava um jeito de colocar uma discussão no meio da conversa, ele já brigou cmg por eu dizer que não gostava de pudim e ele relacionou isso com racismo (?), mas essa parte fica pra outra história
submitted by migons to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.05 19:21 StaleVoid Pergunta as mulheres - Esposa seguindo canal erotico do youtube.

Eu to bem confuso e nao sei oque pensar, minha esposa a uns 2 meses comecou a seguir uns canais japoneses de ASMR e como eles eram em japones, ela comecou a traduzir e acabou fazendo amizade com muita gente que segue o canal, eu fiquei muito feliz por ela quando ela me contou mas acabei descobrindo que o canal eh um canal que entre muitas coisas tem bastante conteudo erotico ( o carinha narrando situacoes sexuais, bem mais pacatas que vemos no ocidente mas ainda assim, situacoes sexuais) ate ai acho que tudo bem, meu problema e que traduzi alguns comentarios dela e ela fala la que vai tirar uma soneca escutando a voz do cara e outros elogios e agora ela fica o dia todo no celular, de manha de tarde e de noite a gente mal conversa, ela me diz que passa 99% do tempo falando com as meninas que seguem o canal sobre a vida delas, escola, faculdade e etc e nao com o cara e eu acredito nela nisso, ainda transamos normal e temos alguns poucos momentos de intimidade e carinho, mas eu ando bem inseguro e ja falei isso pra ela quanto a ela estar procurando essas coisas em outra pessoa que nao seja eu, pode ser besteira e provavelmente eh, ela diz que nao ve problema nisso e nao considera estar me traindo e que me ama muito, ate cheguei a perguntar se ela estava infeliz e se ela queria divorcio pra gente terminar numa boa e ela disse que nao quer, que quer ficar comigo ate pensou em parar de ver os videos, mas eu disse que nao, que nao quero privar ela das coisas que ela gosta e se ela acha que nao e traicao e isso nao afeta oque sente por mim esta tudo bem, mas eu falo isso porque eu realmente nao quero ela fazendo coisas contra a propria vontade, pra mim isso e forcar a barra e vai so causar problemas mais serios la pra frente.
Enfim, estou aqui preocupado, confuso e infelizmente so conseguindo ver isso do ponto de vista masculino da coisa e desconfio que meu ego pode me custar um casamento e um relacionamento que eu achava perfeito ate entao, eu sei que homems e mulheres encaram as coisas de maneiras diferentes, entao eu queria saber o ponto de vista das mulheres do grupo sobre isso, se tenho que me preocupar ou nao, obrigado.
EDIT -
Opa, entao so pra dar um desfexo a historia e agradecer a todos que me leram e tentaram me dar suas opnioes sinceras, chamei ela pra uma segunda conversa e exatamente isso que riddle falou, pra ela e so um passatempo, ela nao fala direto com o cara e nao eh nada pessoal a qualquer momento ela pode parar e tudo bem, comigo nao e assim, eu sou o amor da vida dela e minha importancia na vida dela nem se compara, acredito nela porque conheco a pessoa com quem casei e nao acredito que ela iria mentir, ela ja terminou um relacionamento antes de muitos anos so virando a chavinha e dando tchau quando nao funcionava mais.
Enfim, agradeco a todos voces, muito obrigado.
submitted by StaleVoid to desabafos [link] [comments]


2020.07.26 07:48 Xocolate_Amargo Não sei q p*ha sou e minha relações familiares.

Oi ser humano do outro lado, vou me chamar de Xoco nesse post, e tds os nomes fictícios.
(Só um ponto: meu pai tem 8 filhos e eu n conheço tds, acho q nem ele)
Uma explicação rápida sobre minha família: Meus pais estavam quase se separando qnd nasci, só servi pra segura-lós por mais 8 anos (¯_(ツ)_/¯).
Depois do divórcio, meu pai ficou com minha guarda e de meus 2 irmãos mais velhos, assim sendo: Yui (13 anos), Yva (10) e eu 8.
 Minha mãe tem um problema de coluna q a incapacita de trabalhar com carteira assinada, resumo: ela se vira com bicos e 1 aluguel. 
Tenho uma irmã de 30 anos (K, só k pq ela é o oposto de uma Karen) ela não ODEIA minha mãe... Mas não gosta dela pq qndo minha mãe tinha 17 (grávida do Yui), foi morar com ela, q tinha 12/13 e meu pai, na casa dele. (a K é minha irmã de outro casamento) e minha mãe tinha TOC, então a Eva (minha mãe) era mto chata. um irmão de 21 (vamos chama-ló de Wall. Não sou tão próxima dele quanto da K.) e vejo ele menos q o Leon achando um Porigon.
Meu pai é das antigas, ele não diz que é homofóbico, mas é do tipo "Sem preconceito, mas..." ou dizer "Morde-Fronha", "Bicha/Bichõna"...
Minha mãe não é tãaao das antigas, porém não gosta que eu use roupas q ela diz ser de menino, e diz que por ser menina devo usar roupa "de menina", me maquiar e talz; assim como minha madrasta.
Depois do divórcio meu pai teve alguns namoros, e ele namora atualmente a Nie (minha madrasta) a dois anos (namoro mais duradouro desde o divórcio em 2014/2015)
Ela tem três filhos:
★Price: uma menina mimada pela avó e desorganizada pra kssete (queria estar exagerando). (11 anos)
★Itachi: Grita toda hr por causa de jogo, sempre deixa a mesa da cozinha suja com as louças que ousou pro café/almoço e não retira a mesa. (Aqui em casa cada um lava oq usa e tem que retirar a mesa se é o último) (16 anos e menino)
★Tasmanha: um molequinho de 9/10 anos que destrói td que toca por que sabe que vai ganhar um novo. Sempre mente qnd pode pra se safar e acaba ferrando os outros por isso. Grita alto e agúdo td hr, e faz xixi na cama td dia.
(Um ponto forte é que eu e meus irmãos Yui e Yva perdemos a confiança no nosso pai dps q ele quebrou várias promessas importantes pra nós de uma vez só, por puro egoísmo e dps agiu como se nada tivesse acontecido, nós só fingimos de volta. Pelo fato de eu e K temos uma alta diferença de idade, não somos tão próximas qnt eu queria. Ela tem um esposo e duas filhas, não tão importantes pra história. [Ela tmb já perdeu 2 bbs]).
Tem muita história, porém é te que eu consigo resumir. 
Ps. Atualmente Yui tem 19 anos, Yva (comunidade n permite dizer) e eu (comunidade n permite dizer).
Personagens introduzidos, vamos a história:
Nunca gostei de me maquiar e usar roupas "de menina", acho até legal as vezes qnd tô sozinha, eu fico tipo: "Nossa, que legal, mas isso incomoda pra krl..." Como uma vez que eu avia me maquiado (pq minha madrasta insistiu) e Yva me disse:
—Nss, vc tá muito bonita! Kkk –Pô, valeu! Kk E eu fiquei: "Isso foi um elogio... Pq machucou tanto?!" Eu gostaria de me entender. Entender pq de uma hr pra outra me senti mal com um elogio?! Isso aconteceu a um tempão e eu nunca esqueci. Gostaria de ser tratada como meus irmãos, jogar jogos e me divertir como eles. De uns tempos pra cá venho me questionando mto sobre minha sexualidade e gênero. Desde que me lembro sempre fui fã de vestir roupas "de menino" e jogar jogos "de meninos". Sempre odiei estar conversando com as garotas sobre as coisas que considerava superficial, como os draminhas e outras idiotices. Por conta disso as meninas raramente brincavam/conversam cmg. E os meninos não querem estar cmg pelo fato de eu ser uma garota... E nunca me senti desconfortável qnd se dirigiam à mim como "ele". (Não que eu me sentisse desconfortável com "ela".) Eu antes de conhecer o conceito trans/gênero fluído queria cortar meu cabelo longo bem curtinho e andar em meio a pessoas desconhecidas, pra fazer amigos usando uma indentidade masculina. A um dia eu conversava com meu irmão sobre um anime e chegamos ao assunto sobre nossa relação familiar. Como qualquer adolescente meus irmãos já tomaram cerveja e outras bebidas alcoólicas por estimulação dos tios da família. Enquanto eu... Aaah não-- O mas importante é que falamos sobre os rolês deles (Yui, Wall, Yva e seus miguxos) e eu disse: —Tenho certeza que se eu fosse um garoto vcs me envolviam, né? Kkk 
E ELE NEM NEGOU, só mudou de assunto
Mas oq me irrita não é só não poder pedir ajuda pra minha família por medo do possível clima depois (principalmente pq sempre denfendi a comunidade LGBTQ+ mesmo antes de me descobrir nela, e sei que eles diriam coisas do tipo "sempre soube, kk" que me machucariam mto, pq eles me jugariam como lésbica [já até fazem as vezes] por causa disso, oq nós leva ao próximo tópico) E sim o fato dos meus parentes mais próximos sempre se referindo ao futuro dizendo que vou casar e tal, mesmo eu já negando meu desejo por uma festa estúpida feita apenas para unir recursos, algo que de certa forma foi cultivado até hj. Não quero assinar um papel pra mostrar o quanto amo uma pessoa. Isso é ridículo. Menos festas de despedidas de solteiro. Elas são legais. (já pararam para pensar que se chama despedida de solteiro quando você está namorando¿?)
Sexualidade. Mano... Eu não tenho nenhum desejo carnal. E estaria td bem se derrepente: boom! Começo a sentir sexualmente atraída por alguém?? Então percebi q sou demissexual. (Mas apenas pelo sexo masculino.) 
Eu queria explicar mais do meu ponto de vista, pra dar sentido ao q falei das pessoas, porém o post seria enorme :') Talvez eu faça uma continuação e explicando td que ficou de fora, inclusive o pq não desabafei com a K ou algum 'amigo'. É só isso, não sei se sou uma tomboy, gênero fluído, ou um trans. :')
Obrigado por lerem! 
submitted by Xocolate_Amargo to desabafos [link] [comments]


2020.07.25 19:32 JonaPickles "A Descoberta e a identificação"

Oi luba, editores, turma, gatos, e possível convidado olline, hoje vou contar um história de identificação que realmente me mudou muito de uns anos para cá.
"A Descoberta e a identificação"
Bem, como q história é de indentificaçã sexual, de início é bom que tenham em mente que minha família não é homofobia nem nada, mas tende a não entender os conceitos da divercidade de identificações e orientações (por não estarem em total contato com assuntos assim), todos da minha família são heteros (pelo menos os que eu conheço) menos eu. E eu não vejo necessidade em assumir o que eu realmente sou porque, não acho que eu realmente preciso falar que não me interesso nem por homens, nem por mulheres, nem por ninguém. Mas mesmo não falando nada preparo respostas a quem me perguntar. Desde início eu achava que era uma pessoa heterosexual. Com 6-7 anos eu perdi o BV com uma menina. Eu achei que iria namorar com uma menina algum dia, ou quem sabe se casar. Porém, eu sempre tive dúvidas sobre minha sexualidade. Por sofrer preconceito em ser o nerd da sala, por deixar meu quarto mais organizado que meus próprios pais, por estar sempre conversando com meninas, por nunca falar de sexo, sempre fui taxado como gay. E eu era/sou uma pessoa super family freiends, pra mim quando me chamavam de gay, eu achava que era um elogio, mas mal sabia que era desrespeito comigo. Eu nunca falei palavrão nem nada obceno, e não gostava de pessoas que falavam assim ( bem, hoje eu assisto luba então eu mudei). E eu não entendia o que realmente é ser um homem hétero, não sabia que deveria ter interesses sexuais nas mulheres, até porque eu odiava esses tipos de assuntos. Mas foi aí que com uns 11 anos eu me "apaixonei" por um melhor amigo (depois eu explico o porquê das ""). Eu realmente gostava muito dele, mas pensei que seria errado ter um comportamento gay então me senti na necessidade de mudar ou entã falar o que eu sou. Por uns 2 anos eu senti muita "paixão" por ele e sofri por quase tudo o que um gay no armário sofre na sociedade. Eu tive medo de mostrar a minha verdadeira identidade. Eu comecei a me sentir mal pela minha decisão e por meu "gosto". Com dúvidas sobre mim, comecei a assistir vídeos de gays assumidos tipo luba , Jean , para realmente entender oq realmente sou ( uma ótima guia inclusive kkkk) e mais ou menos nesse tempo eu passei a realmente a ter uma "aulinha sexual" nos vídeos . De início me culpei por ver esse tipo de video, mas foi aí que eu entendi que ser gay de verdade é ter interesses sexuais, interesses homoafetivos, sentimentos totalmente ao contrário que eu tinha com esse melhor amigo. Na verdade, o que eu sentia e sinto por esse melhor amigo é o conforto em dizer coisas pessoais. Por ajudar ele com alguns problemas pessoais dele, eu me senti como um irmão. Eu sempre via a histórias, sempre via os comportamentos do luba, Jean, tudo, e ficava confuso com tudo porque eu achava que era um "gay diferente". Eu passei a me odiar por sempre ter me rotulado com algo que eu realmente não sou, e me senti traído por todos que diziam o que eu era. Entrei numa fase triste. Mas o que me fez me sentir bem foi ler o livro" amar ou depender" de Walter riso. Uma vês o luba disse que era bom então, resolvi ler e meu Deus, que livro top. Consegui ser independente emocionalmente, visto que eu vivia grudado com meu melhor amigo e que necessitava de ajuda dele. Eu sempre investi energia para ajudar ele emocionalmente mas não tinha troca. Embora doce, por ter problemas e traumas de infância, ele não sabão direito o que é empatia. E tipo, com todo esse desenvolvimento, eu deveria ressaltar que eu fui uma pessoa sozinha na escola, eram poucos que eu conversava, não tinha com quem me abrir. E também, eu infelizmente nunca contei nada aos meus pais, isso era algo que mais me preocupava diante de tudo isso. Eu sabia que eles iam me aceitar, mais sla. Porém até certo ponto foi bom pra mim não ter dito nada a ninguém porque, eu não sou o que eu sempre queria dizer. Hoje eu sou assexual, descobri que eu realmente não sinto interesse sexual ou afetivo por nenhum dos sexos possíveis, e que devo agora seguir em frente independente de tudo. Se eu tivesse dito coisas que eu não sou em pouco tempo, sem construção de opinião, iria dar ruim pra mim. Por exemplo, por mais que eu me sentia confortável foi bom não ter dito nada a esse meu amigo. Ele tinha pontos homofóbicos, o que foi quebrado com o tempo de amizade que temos hoje. Eu prezo muito nossa amizade, e acredito que dá pra mudar as opiniões das pessoas das pessoas na amizade ( sem manipulação, claro) e se construir. Mas pelo menos pra mim, eu acho que vale a pensa esperar mais um pouco para confirmar minha sexualidade. Por ser jovem (16 anos) , e estar em desenvolvimento sexual, pode ser que algo mude, que no final de tudo tenho enterrese sexual sim. Não faço isso por medo da sociedade me atacar, mas talvez para mim realmente é bom esperar. Então a dica que eu dou pra você jovem que tende a ter traços homossexuais, espere um pouco, e quando você for independente assuma em paz ( ou então, nem assuma, direito seu ), pois eu realmente sofri quando achei que era hétero e quando pensei que era homem sexual. Mas independente de tudo, seja feliz do jeito que você é pois você que sofre por ser diferente, com certeza irá dar volta por cima algum dia e com essa história vai ajudar outras pessoas nesse mundo que sofrem com esse tipo de problema, . Me senti na necessidade de dizer algo no reddit pra ajudar alguém que sofra. Estou muito feliz porque a turma feira voltou :) .Como sempre um beijo para quem quiser <3.
submitted by JonaPickles to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.25 19:16 nice_psicopata O dia que terminaram comigo por fazer o ENEM

Uma saudação a todos os leitores supimpesas que estão lendo essa historia desse cara que só se fuuuu.
uma saudação ao Luba que é um cara incrível que já vejo os videos desde a época que ele jogava life is strange(talvez tenha um bom tempo mas enfim) ,aos possíveis convidado que não faço ideia de quem possa ser mas se esta com o Luba sei que é incrível porque ele não convida gente sem graça, aos editores que trabalham duro é que merece muito respeito, as gatas que são muito fofas e igualmente incríveis e por fim mas não menos importante uma saudação a essa comunidade super supimpa do que acompanha o Luba.
Hoje eu vou contar uma historia que parece mentira mas realmente minha ex terminou comigo por eu querer fazer a prova do ENEM, nem sei por onde começar mas vamos pelo inicio eu conheci uma menina pela internet que morava na cidade vizinha ficava uns 40 km de distancia, não é uma distancia grande para o amor, pelo menos para mim tava de boa e eu não achava ruim isso, claro que a distancia atrapalhava algumas coisas mas isso é normal por exemplo eu só podia ver ela no fim de semana, mas como meu trabalho era puxado mesmo se ela morasse perto ia ser assim,ate ai tudo bem, mas o problema começou quando eu percebi que ela era meio preconceituosa ela não assumia mas ela tinha uma vizinha que ela vivia enchendo o saco só por ser negra, eu sou muito contra preconceito seja ele de qualquer tipo, mas não falava nada sobre isso porque eu gostava muito da minha ex e não queria magoar ela(eu só ficava quieto não ajudava nem atrapalhava) e isso foi desgastando o amor
outra coisa que foi desgastando a relação foi que por mais que eu elogiasse ela não bastava ela sempre queria que eu elogiasse mais, ela dizia que por ter depressão ela precisava de muito elogio e que eu como namorado dela eu devia elogiar mais ela por que se eu não elogiar os outros iam elogiar e eu iria perder ela, ela também queria que eu postasse foto com ela direto mesmo eu nem mexendo nas redes sociais desde que as redes sociais ficaram lotadas de extremistas eu não tenho mais paciência parei de mexer em rede social mas mesmo assim eu precisava postar foto com ela pelo menos uma vez por semana,
Eu ia todo fim de semana ver ela e deixava todo meu salario com ela e mesmo assim ela reclamava que a gente não fazia nada, e mesmo com tudo isso eu amava ela e não a-abandonava(eu fiquei com ela por 1 ano e 11 meses), mas oque foi o ápice para o termino foi o ciumes demasiado, eu nunca trai ninguém acho traição algo imperdoável, mas ela não deixava nem eu jogar (nem offline) por que ela achava que eu ia trair ela com o jogo, eu acabava jogando escondido mas quando ela descobria ela ficava uma fera e falava que ia terminar fazia da minha vida um inferno e isso ficou pior quando chegou perto do ENEM do ano passado se eu estudava de noite ela achava ruim(era o único momento que podia estudar já que eu trabalhava o dia todo e o fim de semana estava com ela) eu fiz do mesmo jeito que fazia com os jogos falava que ia dormir e ia estudar eu me acabei fazendo isso porque o cansaço só ia acumulando e eu ia trabalhar destruído mas continuava com ela porque no fim eu amava ela, mas meu amor não resistiu ao fato dela ter marcado uma cirurgia no fim de semana do ENEM para eu não poder fazer a prova, ela sabia que eu ia fazer a prova e que eu ia acabar não podendo ver ela em dois fins de semana seguidos por conta da prova então ela marcou a cirurgia e falou que se eu não acompanhasse ela podia considerar que o namoro tinha acabado, como eu já tava com o amor abalado por varias situações eu acabei falando que tudo bem que ela podia terminar comigo ela me bloqueou no whatsapp e eu como tava muito triste fui no meu face e no meu insta e apaguei todas as fotos e tirei o status de relacionamento serio, no dia seguinte uma menina começa a me seguir e me chama no direct achei isso muito estranho porque como disse nem mexo em rede social mas quando olhei o perfil vi que o insta tinha sido criado recentemente, logo entendi que era um fake dela, mas dei trela para ver ate onde ela ia(maior erro que podia ter cometido), no fake ela se fingia de lésbica e falava que tinha errado com a namorada dela e que iria fazer de tudo para se desculpar e tentava me induzir a fazer o mesmo(se não entendeu ela queria que eu pedisse desculpa por ir fazer o ENEM e não ir ficar com ela) e ela também ficava toda hora querendo que eu assumisse que tinha traído ela mesmo eu nunca tendo traído e a conversa se prolongou ate eu falar tudo que eu pensava, tudo que foi me desgastando, tudo que eu tinha guardado para mim sem falar para ninguém e depois disso ela me desbloqueou do whatsapp só para me xingar e falar que eu não podia ter feito isso com ela porque ela tinha depressão e que ela tinha sido muito boa comigo por ter me perdoado toda vez que ia ou estudar ou jogar escondido dela e que ainda eu tava errado der ter falado dela do jeito que eu falei para alguém que eu nem conhecia (mesmo eu nem ter citado o nome dela na conversa assim como estou fazendo aqui) e isso era umas três semanas antes do ENEM e se você pensa que acabou esta bem enganado
uma semana antes do ENEM ela falou com minha madrasta que mora em outro e as duas vieram falar comigo meio que me forçando a voltar com minha ex eu só ignorei fiquei bravo e não voltei mas isso me deixou muito mal ao ponto de sair muito mal no ENEM a assim não consegui tirar uma nota boa
com todo esse problema dessa pandemia vim morar com meu pai e minha madrasta e a melhor parte foi agora quando cheguei aqui ela pondo musica da minha ex para tocar(obs.:ela é cantora) para me deixar triste por não ter voltado com minha ex e para me mostrar que agora ela ta bem sem mim e eu continuo sendo um merda
bem essa é minha historia se você leu ate aqui obrigado eu sei que é uma historia horrível mas é minha vida né fazer oque
submitted by nice_psicopata to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.25 04:32 pessoalokadogaraikk oi oi lusba, gatas, papeloes mortos e vivos, thurminha e gatas dnv pq elas merecem ser saudadas ate o fim do mundo. : a sogra q deu a louca do nd

assim...a minha sogra veio me questionar sobre sobre o significado do meu desenho(era uma fanart para o meiaum/andre, um dj de fortaleza q eu amo mto) o desenho continha a pessoa citada anteriormente(61) e os nomes das musicas e remix dele. eu com toda educação respondi q n tinha nada de mais no desenho... apenas o dj e os nomes das musicas. ela veio com uma penca d perguntas sobre minha vida inteira, serio dava pra fazer um Curriculo de tantas perguntas q tinha.. eu respondi todas as perguntas... ela entao me desafiou a fazer uma fanart de uma fanart...vai intender neh. era um desenho de um casal em uma floresta lendo um livro se eu n me engano.aceitei o desafio e fiz o desenho... meses depois ela me veio com a seguinte mensagem
ela)- Bom dia... Só para avisar estou desfazendo a amizade... Desculpa, mas não consigo acordar e ver desenhos como o seu... Fico muito triste, principalmente por vc que com toda certeza precisa de ajuda... Uma pena uma menina tão bonita ter um coração tão mal e pensamentos tão macabros assim... Com toda a certeza não quero meu filho namorando vc... Mas todas as pessoas tem segunda chance.... E se um dia vc mudar pode pedir que eu ADC.... Espero que vc encontre Deus e que um dia eu possa me alegrar com suas obras... Pq vc desenha muito bem, só as artes que vc escolhe que não é legal... Bom ateh um dia quem sabe...
eu)- ....ah...ok...mas só digo...q eu ja precisei de ajuda um dia...poucos me ajudaram...minha família ignorou.. e quem me ajudou?? foi seu filho...e os nossos amigos...meu coração n e mal só e machucado....muito machucado...e meus pensamentos..ninguém sabe oq eu realmente estou pensando, eu já encontrei deus...por anos ele me ignorou...desculpa mas sei q minhas ''obras''n agradam a todo publico porq n e todos q sabem sobre oq eu faço meus desenhos...agradeço o elogio... ate^^ e espero q um dia vc consiga abrir sua mente...pós o mundo esta mudando..nem tudo ira te agradar...obg por estragar um dia q ja n estava indo tao bem...
esse dia n tava sendo muito bom para mim.. meus problemas comaçaram a atacar e isso so piorou tudo. mas agora esta td bem...a gente se resolveu e tamo d boa
entao. eu fui a babaca?(queria saber pq assim to com a mente meio pesada)
submitted by pessoalokadogaraikk to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.20 20:04 choco-menta Desilusão amorosa, primeira e única

Olá Lucas, gatas, editores e turma/chat que está a ver. Essa é a história de como o amor me fez de trouxa pela primeira e, até agora, única vez.
Obs.: Todos os nomes que eu cito na história já foram censurados.
O começo dessa história data de junho de 2011. Era o dia da festa junina do meu colégio e eu ainda estava no terceiro ano do fundamental. Os alunos do primeiro até o quinto ano eram convidados a participar das apresentações de quadrilha a troco de um pequeno bônus na nota e uma boa humilhação pública. Para aquele ano, nossa turma ia apresentar aquela clássica performance do casamento e, pra não ser injusta com nenhum par, todos nós que resolvemos participar íamos nos casar. Sendo assim todas as meninas estavam vestidas à caráter, como pequenas noivas — eu inclusa. — e os meninos com um traje estereotipado caipira: calça jeans, camisa xadrez e chapéu de palha.
Antes dos ensaios eu nunca tinha tido muito contato com o meu "noivo", vou chama-lo de João, e o conhecia apenas de vista. No entanto, a dança nos aproximou e ficamos bastante amigos. No final das aulas, enquanto esperávamos que nossos pais fossem nos buscar tínhamos conversas até que produtivas para crianças de apenas oito anos.
Ele foi o primeiro menino que eu cheguei a considerar meu amigo e não demorou muito para que minhas irmãs fanfiqueiras enchessem o meu saco dizendo que aquilo era mais que uma amizade. Se não fosse por elas, minha cabecinha inocente não teria visto nada de errado em casar com o garoto por um dia apenas, mas após as insinuações delas eu passei a enxergar o que tínhamos por outro ângulo e não gostei muito do que vi.
Meu pai sempre foi do tipo protetor, daqueles que diz que namoro é coisa para depois da faculdade e na época eu fiquei apavorada pensando que estava o desobocendo só por ser gentil com o garoto. Foi aí e por conta disso que me decidi: após o casamento, eu ia querer o divórcio.
Na noite da festa eu me concentrei em me divertir e na dança. Mas, mesmo me divertindo à beça, eu ainda sentia que estava fazendo algo de errado e segui firme naquela ideia.
Ficamos cinco anos sem nos falar. O fato de que nunca mais caímos na mesma turma ajudou. Também não tínhamos um amigo sequer em comum. Na real, um dos amigos dele era o Miguel, um menino que praticava bullying comigo e com praticamente a escola inteira. Na época eu considerava bullying porque ele dizia em forma pejorativa, mas hoje em dia se me chamarem de "Lady Gaga" de novo eu irei aceitar como elogio. E não precisa cancelar ele, o Miguel é importante para a história e só estava por um período de auto-aceitação (na verdade ele é little monster).
Além disso, muita coisa mudou em cinco anos. Em 2012, por exemplo, foi o fim do meu mundo. Não que seja importante pra história, mas ninguém morreu, além do amor entre o meu pai e a minha mãe.
Indo para 2015, eu e Miguel fomos colocados na mesma turma. Eu pensava que seria um inferno, mas o excesso de convivência — seis horas por dia, cinco dias da semana. — fez com que virássemos amigos. E, sendo amigos, eu passei a andar com os amigos dele e ele com os meus.
E dentre os amigos dele estava o João, meu ex-marido. E, com quatorze anos, o tempo foi esclarencendo para mim o que eu sentia por ele. Tivemos conversas ainda mais interessantes, trocávamos indicações de livros, séries e músicas. Ficava cada vez mais claro para mim que aquela era uma amizade que eu não iria querer desperdiçar ao fazer a burrada de me declarar. Na minha cabeça, fazia muito sentido que eu deixasse tudo como estava: e se ele não sentisse o mesmo? E se não durar? Meu pai nunca que iria deixar mesmo.
No Ensino Médio, cada um seguiu seu caminho e foi para uma escola diferente. Em estados diferentes, inclusive. Mas, no fundo, eu acho que sempre haverá uma parte de mim esperando pelo universo fazer uma forcinha e nos coloquar frente à frente mais uma vez, ainda que para trocar mais indicações de cantores e seriados. E depois da faculdade, de preferência.
Soquinho no cotovelo e <3
submitted by choco-menta to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.09 00:09 KBrennoRainbow Trabalho de tecnologia

Comeback do BLACKPINK chega arrasando
Dia 26/06 BLACKPINK voltou com seu single How you like that? A música remete muito a uma crítica a algo ou alguém que manipula e destrói as meninas psicologicamente, e quer que elas sejam do jeito que esse tal cujo queira, daí que vem o deboche do refrão: “Ha, How you like that?” Ha ( barulho de risada) How you like that? ( como você gosta disso?).
Apesar do comeback não ter agradado uma pequena parcela dos fãs, a música das meninas tiveram bastante elogio, como a coreografia, o cenário e etc.
submitted by KBrennoRainbow to u/KBrennoRainbow [link] [comments]


2020.06.20 02:14 Ekebe23 Com licença

Com licença, senhor ou senhora
mas eu não pude deixar de notar .... você é uma "garota" ?? Uma fêmea?" Um "membro do sexo refinado?"
Não que isso importe muito, mas é tão raro ver uma garota por aqui! Não me importo, não - muito pelo contrário! É tão revigorante ver uma garota online, a ponto de estar sempre dizendo a todos os meus amigos "Eu realmente queria que as meninas estivessem melhor representadas na internet".
E aqui está você!
Não pretendo insistir nem nada, mas se você quisesse me DM sobre algo, adoraria escolher seu cérebro e aprender tudo o que há para saber sobre você. Tenho certeza de que você é uma garota incrivelmente interessante - embora eu a veja apenas como uma pessoa - e acho que poderíamos ter muito o que ensinar.
Eu sempre quis ter a chance de conversar com uma linda dama - e tenho certeza de que você deve ser linda com base na posição do seu texto na foto - então fique à vontade para me mande uma mensagem, a qualquer momento! Você não precisa ter vergonha disso, porque você é linda de qualquer maneira (isso é apenas uma prévia de todos os elogios que tenho reservado para o nosso bate-papo).
Ansioso para falar com você em breve, princesa!
EDIT: Não pude deixar de notar que você ainda não enviou sua mensagem. Não há necessidade de ficar nervoso! Eu prometo que não mordo, haha
EDIÇÃO 2: Caso não encontre, clique no pequeno botão de bate-papo do meu perfil e podemos conversar o mais rápido possível. Não que eu não ache que você possa encontrá-lo, mas apenas no caso hahah
EDIT 3: olha, eu não entendo por que você nem está falando comigo, é algo que eu disse?
EDIÇÃO 4: Eu sabia que você sempre era uma vadia, mas pensei que estava errado. Eu pensei que você não era como todas as outras garotas por aí, mas talvez eu fosse rápido demais para julgar
EDIT 5: nunca mais entre em contato comigo prostituta
EDIT 6: ei, você está aí?
submitted by Ekebe23 to copypastabr [link] [comments]


2020.06.06 05:52 Daniele_Studio Sou babaca por "enganar" alguém?

Olá todos, minha primeira vez aq :3 Tinha minha menina chamada Ingrid(ela provavelmente te assisti, entt "Oi Ingrid kk") Ela gostava de mim, mas ela só dava elogio no começo, então não levei a sério, eu e meus amigos temos esse costume de se elogiar e se xingar. Mas os amigos dela ficavam me falando que ela realmente gostava de mim aí eu fui perguntar pra ela, ela disse que era verdade Mas eu não gostava dela então fiquei na minha, mas todos os dias os amigos dela me falavam pra dar uma chance pra ela e tals(as vezes eles me diziam que ela ia se matar por minha culpa, só pra mim falar com ela), mas eu tinha acabado de sair de um relacionamento que não foi bom e aliás eu não queria namorar a distância, por mais que ela gostasse de mim, eu não gostava mas também não queria o mal dela nem nada. Todos os dias ela postava nos status que gostava de mim, mas eu não gostava dela (fazendo aquele draminha básico) e vinha gente me xingar(guarde essa frase) Eu não tava aguentando mais as pessoas me xingando e mandando eu dar uma chance pra ela, e todas as vezes eu disse que não queria e que eu iria estar iludindo ela e tals, essas discussões viravam brigas. Um dia ela me pediu em namoro, e eu aceitei Pq eu pensei que eu iria gostar dela, eu pensei que daria certo, e ninguém mais veio me encomodar por namorar com ela, só me perguntaram se era verdade. Meu Deus eu me senti muito mal por namorar com ela pq eu não gostava dela por mais que eu tentasse, passou uns dias e eu fui falar com ela, e disse que queria terminar e expliquei pra ela que eu me senti precionada com os amigos dela me xingando todos os dias e falando pra eu dar uma chance, e aí eu acabei dando, mas eu me sentia muito mal por não dar certo, e senti que estava só iludindo ela e eu ao mesmo tempo,ela falei que poderíamos manter amizade se ela quisesse aí ela só disse "tudo bem" Nossa, nesse dia eu chorei muito, muito mesmo pq tava me sentindo mal com isso Aí eu dormi chorando kk e quando acordei eu fui ver os status como sempre faço, e tinha vários status dela dizendo que chorou tanto que precisava tomar muita água, disse que eu terminei com ela. Não demorou muito pra vim gente me xingar por isso, tanto que uma garota disse:
"Você sabe que a Dani é uma vadia, mimada e filha da puta né?" Eu fui lá e falei com a garota (ela era das uma que falava que a Ingrid ia se matar) eu disse: "EU SOU FDP E MIMADA?? EU QUE FICO DIZENDO QUE ALGUÉM VAI SE MATAR POR SUA CULPA? Eu que xingo alguém por não gostar de outra???" Ela me disse: "Ninguém te obrigou a nada"
Eu bloquiei só de raiva, e aí a gente fez um grupo com a Ingrid e com a amiga dela
A gente discutiu(me desculpa, eu não tenho print:() A Ingrid sabia que as pessoas iam me xingar se ela falasse que eu deixei ela triste ou qualquer coisa assim
Eu pedi pra ela parar, e ela não parou Eu disse pra ela: "Você sabia muito bem que qualquer coisa que vc fala na merda dos seus status, todos vão achar que vc é a coitadinha e vão vir me xingar, e aliás quando eu perguntei se vc ia mesmo se matar por minha causa você disse que não, entt pq agora tá se fazendo? Vc queria que isso acontecesse?"
Dps disso tudo eu disse que não queria mais contato com ninguém dos amigos dela e ela (foi a melhor coisa que já fiz) E daí a garota me disse "tá ta desculpa" Eu tava muito putassa con isso tudo é só mandei ela se fuder e que já tava tarde pra isso
Mds parece novela kk Chorei naquela noite tbm;_; Foi isso, um lado de mim diz que eu não fui babaca e o outro diz que fui, entt eu tô meio a meio kk Eai? Fui babaca?
E sim, eu pedi desculpas pra Ingrid por ter namorado com ela.
Edit: esqueci do "Ninguém foi babaca" desculpa , eu não sei mecher nisso KKK
Edit dnv: A prima dela veio falar comigo a uns dias atrás querendo saber meu lado da história, e ela me mandou um print dos Status da Ingrid E ela fala que tá me stalkeando;-----; A Ingrid dps de alguns minutos que a prima dela falou comigo,fez uma conta fake e me pediu desculpas Eu aceitei, mas disse que não queria amizade e nem papo com ela e os amigos. ;-,
View Poll
submitted by Daniele_Studio to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.31 23:48 moriahmel Como vocês respondem quando recebem um nude?

Sou H, quando alguma mina manda um nude pra mim as vezes que fico sem respostas kkkk falo só coisas genéricas tipo "uau" "que gostosa" "que dlc". Ultimamente acho esses elogios genéricos dms. Homens, como vcs respondem quando recebem um nude? Meninas, como vcs gostariam que alguém elogiasse seu nude?
submitted by moriahmel to sexualidade [link] [comments]


2020.03.21 05:06 altovaliriano A Grande Conspiração Nortenha - Parte 4

Texto original: https://zincpiccalilli.tumblr.com/post/52918461011
Autores: Vários usuários do Forum of Ice and Fire, mas compilado por Yaede.
Índices de partes traduzidas: Parte 1, Parte 2, Parte 3, Parte 4, Parte 5, Parte 6
----------------------------------------------
Os muitos prognósticos e especulações loucas nas partes anteriores, na verdade, não são nada comparado ao que se segue. Ao contrário de Jaime, que tem acesso a muitas informações úteis como comandante das forças da coroa nas Terras Fluviais, não há pistas sobre as atividades dos supostos conspiradores nortenhos.
Dentre os POVs no Norte em A Dança dos Dragões, Davos, Theon e Asha não são confiáveis. O primeiro por ser o homem de Stannis, leal e verdadeiro, os dois últimos por serem homens de ferro e prisioneiros. Melisandre tem apenas um capítulo, em que ela não é tão onisciente quanto finge ser. (Rezo por um vislumbre de Azor Ahai, e R'hllor me mostra apenas Snow) E Jon? Bem, se a teoria estiver correta, ele provavelmente será o último a saber, (risadas), pois seus futuros súditos nortenhos não arriscariam por seu novo rei em perigo.
É verdade que os jogadores e jogadas estão tão obscurecidos que talvez seja uma indicação de que a Grande Conspiração do Norte está no caminho certo. Melhor para GRRM poder desvelar dramaticamente a queda catártica dos Lannisters, Boltons e Freys nas mãos dos lealistas Stark quando Os Ventos do Inverno chegar. [...]

O Norte: Os Homens dos Stark

Rastreando os Mormonts e Glovers

Juntar os fios de uma conspiração no Norte é como um jogo elaborado de telefone sem fio. Um extremo da linha está com Galbart Glover e Maege Mormont, que são testemunhas do decreto de Robb de nomear seu herdeiro, que se assume ser um Jon legitimado.
[Robb:] Senhor, preciso que dois de seus dracares contornem o Cabo das Águias e subam o Gargalo até a Atalaia da Água Cinzenta.
Lorde Jason [Mallister] hesitou.
– A floresta úmida é drenada por uma dúzia de cursos de água, todos eles rasos, assoreados e por mapear. Nem chamaria de rios. Os canais andam sempre derivando e se alterando. Há inúmeros bancos de areia, troncos caídos e emaranhados de árvores em putrefação. E a Atalaia da Água Cinzenta desloca-se. Como os meus navios irão encontrá-la?– Subam o rio exibindo o meu estandarte. Os cranogmanos vão encontrá-los. Quero dois navios para duplicar as chances de minha mensagem chegar a Howland Reed. A Senhora Maege irá num deles, Galbart no segundo. – Virou-se para os dois que tinha indicado. – Levarão cartas para os meus senhores que permanecem no Norte, mas todas as ordens nelas contidas serão falsas, para o caso de terem o azar de serem capturados. Se isso acontecer, deverão dizer-lhes que se dirigiam ao norte. De volta à Ilha dos Ursos, ou na direção da Costa Pedregosa.
(ASOS, Catelyn V)
Robb morre antes que ele possa tentar sua estratégia de retomar Fosso Cailin, mas Maege e Galbart desaparecem no Gargalo, para nunca mais serem vistos em momento nenhum de A Dança dos Dragões. Existem, no entanto, algumas dicas de que os dois mensageiros foram recebidos por Howland Reed e, mais interessantemente, voltaram a fazer contato com seus parentes no Norte.
Em primeiro lugar, os cranogmanos aparentemente começam uma campanha para livrar Fosso Cailin dos homens de ferro, cumprindo o último objetivo de Robb na guerra (apesar de a um ritmo mais lento, pois não contam com o apoio das tropas perdidas no Casamento Vermelho). Theon chega lá para encontrar a guarnição morta, morrendo ou escondida com medo dos demônios do pântano e seus venenos (ADWD, Fedor II).
Em segundo lugar, na marcha para Winterfell, Asha e Alysane conversam um pouco.
– Você tem irmãos? – Asha perguntou para sua carcereira.
– Irmãs – Alysane Mormont respondeu, ríspida como sempre. – Éramos cinco. Todas garotas. Lyanna está de volta à Ilha dos Ursos. Lyra e Jory estão com nossa mãe. Dacey foi assassinada.
– O Casamento Vermelho.
(ADWD, O Prêmio do Rei)
Como Alysane sabe que suas irmãs estão com sua mãe? A partir das descrições da hoste que Robb leva para o sul nos três primeiros livros parece que Dacey é a única filha que acompanha Maege. Isso faz um certo sentido, pois Dacey é a herdeira de Maege e as meninas mais novas não entrariam em guerra enquanto Alysane, a próxima da fila, permanece na Ilha dos Ursos.
Quando, então, Lyra e Jorelle saíram de casa? Elas e Alysane já estão ausentes quando Stannis envia suas cartas para todas as casas do Norte exigindo lealdade. Caso contrário Lyanna, de 10 anos, não teria tido a chance de responder de forma memorável, deixando Jon intrigado com a castelã escolhida pelos Mormonts (ADWD, Jon I).
De fato, se Maege estava em comunicação com a Ilha dos Ursos, suas filhas mais velhas provavelmente saberiam dela sobre Robb nomear Jon seu herdeiro, o que dá novo sentido às palavras de Lyanna. Assim como Wylla Manderly, Lyanna pode ser considerada jovem demais para participar de qualquer conselho secreto, mas, no entanto, sabe onde estão as verdadeiras lealdades de sua família, revelando-se inadvertidamente como “mulheres Stark” para Stannis, da mesma maneira que Wylla quase revela para os Frey que os Manderly eram. Talvez Lyanna atue em um desejo infantil de convencer Jon, que está na Muralha com Stannis, a reivindicar sua coroa.
Alysane chega mais tarde a Bosque Profundo e com a companhia.
Stannis tomara Bosque Profundo, e os clãs das montanhas se juntaram a ele. Flint, Norrey, Wull, Liddle, todos.
E tivemos outra ajuda, inesperada mas muito bem-vinda, da filha da Ilha dos Ursos. Alysane Mormont, a quem os homens chamam Mulher-Ursa, escondeu combatentes em uma flotilha de barcos de pesca e pegou os homens de ferro desprevenidos quando chegaram à costa. Os dracares Greyjoy foram queimados ou tomados, suas tripulações mortas ou rendidas. [...]
... mais nortenhos chegam enquanto as notícias da nossa vitória se espalham. Pescadores, mercenários, homens das colinas, arrendatários das profundezas da Matadelobos e aldeões que abandonaram seus lares ao longo da costa rochosa para escapar dos homens de ferro, sobreviventes da batalha do lado de fora dos portões de Winterfell, homens que já foram juramentados aos Hornwood, aos Cerwyn e aos Tallhart. Estamos cinco mil mais fortes enquanto escrevo para você, e nosso número incha a cada dia.
(ADWD, Jon VII)
A Ursa não poderia ter sido avisada da movimentação de Stannis em Bosque Profundo. Stannis praticamente desaparece do mapa enquanto ele arrebata Liddles, Norreys, Wulls e Flints, banqueteando-se pelas montanhas. Alysane está em Bosque Profundo em nome de outra facção. Uma que planeja retomar o castelo há algum tempo, uma vez que uma frota de navios de pesca (e os guerreiros que se escondem neles) não pode ser montada rapidamente.
De fato, os nortenhos que ingressaram no exército após a vitória de Stannis poderiam ter originalmente sido programados para atacar os homens de ferro em conjunto com as forças de Alysane. Ironicamente, isso significaria que Stannis seria a ajuda inesperada, mas muito bem-vinda, liberando Bosque Profundo antes do prazo e com menor custo para o Norte.
Em terceiro lugar, há Robett Glover, irmão e herdeiro mais novo de Galbart, que está em Porto Branco com Manderly. Para revisar, Robett é capturado em Valdocaso, mas é trocado por Martyn Lannister, filho de Kevan. Roose Bolton ordena que essa batalha seja travada, tentando sangrar as casas do Norte que se opunham a ele como Protetor do Norte, como acordado com Tywin.
Quando lhe trouxeram a notícia da batalha em Valdocaso, onde Lorde Randyll Tarly desbaratara as forças de Robett Glover e de Sor Helman Tallhart, seria de se esperar vê-lo enfurecido, mas ele limitou-se a olhar, numa incredulidade estupidificada, e dizer:
– Valdocaso, no mar estreito? Por que eles iriam para Valdocaso? – sacudiu a cabeça, desconcertado. – Um terço de minha infantaria perdido por Valdocaso?
– Os homens de ferro têm o meu castelo e agora os Lannister têm o meu irmão – disse Galbart Glover, numa voz carregada de desespero. Robett Glover sobreviveu à batalha, mas fora capturado perto da estrada do rei não muito mais tarde.
– Não será por muito tempo – prometeu o filho de Catelyn. – Vou oferecer Martyn Lannister em troca dele. Lorde Tywin terá de aceitar, por causa do irmão.
(ASOS, Catelyn IV)
---------------------------------------------
Robb tinha enviado o tio de Jeyne, Rolph Spicer, para entregar o jovemMartyn Lannister ao Dente Dourado, no mesmo dia emque recebera o acordo de Lorde Tywin com relação à troca de cativos. Tinha sido um gesto hábil. O filho ficava aliviado de seus receios quanto à segurança de Martyn, Galbart Glover ficava aliviado por saber que o irmão Robett tinha sido posto num navio em Valdocaso, Sor Rolph tinha uma tarefa importante e honrosa... e Vento Cinzento estava de novo ao lado do rei. Onde é o lugar dele.
(ASOS, Catelyn V)
Então, antes de Galbart partir para o Gargalo, ele descobre que Robett está a caminho do norte via mar. Onde mais poderia estar o destino de Robett, a não ser Porto Branco, o maior porto do norte? E se Maege pode entrar em contato com suas filhas, por que Galbart não poderia com seu irmão em Porto Branco, que fica muito mais próximo do Gargalo do que da Ilha dos Ursos?
Mas existe alguma pista de que Robett saiba que Robb nomeou Jon seu herdeiro? Talvez.
– A maldade está no sangue – disse Robett Glover. – Ele é um bastardo nascido de um estupro. Um Snow, não importa o que o rei menino diga.
– Alguma neve já foi tão negra? – perguntou Lorde Wyman. – Ramsay tomou as terras de Lorde Hornwood forçando o casamento com a viúva, e então a trancou em uma torre e a esqueceu lá. Dizem que ela comeu a extremidade dos próprios dedos... e a noção de justiça real dos Lannister é recompensar esse assassino com a garotinha de Ned Stark.
– Os Bolton sempre foram tão cruéis quanto espertos, mas esse aí parece um animal em pele humana – disse Glover.
(ADWD, Davos IV)
Robett e Manderly, também, parecem estar lançando mão dos disparates normais dos Westerosi sobre bastardos serem devassos e traiçoeiros por natureza, pois são nascidos da luxúria e mentiras. No entanto, GRRM lembra aos leitores da disputa pelas terras de Hornwood.
[Luwin:] – Sem herdeiro direto, haverá com certeza muitos pretendentes disputando as terras dos Hornwood. Tanto os Tallhart como os Flint e os Karstark têm ligações com a Casa Hornwood por linha feminina, e os Glover estão criando o bastardo de Lorde Harys em Bosque Profundo. O Forte do Pavor não tem nenhuma pretensão, que eu saiba, mas as terras são contíguas, e Roose Bolton não é homem que deixaria passar uma chance dessas. [...]
– Então deixe que o bastardo de Lorde Hornwood seja o herdeiro – Bran sugeriu, pensando no seu meio-irmão Jon.
Sor Rodrik disse:
– Isso agradaria aos Glover e talvez à sombra de Lorde Hornwood, mas não creio que a Senhora Hornwood iria simpatizar conosco. O garoto não é do seu sangue.
(ACOK, Bran II)
Mais tarde neste capítulo, Sor Rodrik questiona o intendente de Bosque profundo sobre Larence Snow, o bastardo de Lorde Hornwood, e o homem só tem elogios para o rapaz, à época com doze anos.
Por que Manderly e Glover gostariam de dar a Davos a impressão de que têm preconceito contra bastardos? E, por falar nisso, por que Davos se deu ao trabalho de recuperar não apenas Rickon de Skagos, mas Câo Felpudo para fins de identificação quando todos sabem que comandando a Muralha está Jon Snow, que foi criado em Winterfell com as crianças Stark?
Certamente, se a presença de Theon como protegido de Ned Stark é suficiente para passar Jeyne Poole como Arya, o testemunho de Jon pode provar que Rickon é quem Manderly diz que é. A menos que, segundo a teoria, Lord Wyman e Robett evitem escrupulosamente qualquer menção a Jon com a ideia de que quanto menos atenção for atraída para Jon (especialmente em relação a reis e herdeiros) melhor.
Bem, isso é talvez seja um pouco forçado (risadas). De qualquer forma, Robett desaparece no final de A Dança dos Dragões, não acompanhando Manderly à festa em Winterfell. Onde ele está? Uma teoria é que ele também está do lado de fora das muralhas de Winterfell ou em algum lugar próximo, escondido pela tempestade de neve, tendo liderado um exército de homens do Norte pelo Faca Branca.
Robett Glover estava na cidade e tentara arregimentar homens, com pouco sucesso. Lorde Manderly ignorara seus apelos. Porto Branco estava cansado de guerra, fora a resposta dele, segundo relatos. Isso era ruim.
(ADWD, Davos II)
-----------------------------------------------
Wyman Manderly balançou pesadamente os pés. – Venho construindo navios de guerra há mais de um ano. Alguns você viu, mas há muitos mais escondidos no Faca Branca. Mesmo com as perdas que sofri, ainda comando mais cavalos pesados do que qualquer outro senhor ao norte do Gargalo. Minhas muralhas são fortes e meus cofres estão cheios de prata. Castelovelho e Atalaia da Viúva seguirão minha liderança. Meus vassalos incluem uma dúzia de pequenos senhores e uma centena de cavaleiros com terras.
(ADWD, Davos IV)
O cansaço de Manderly por guerra é total e completamente fingido. Os relatos sobre falhas de Robett emarregimentar homens também são falsos? Note que, se houver outro exército à espreita na neve, Stannis nada sabe disso.
Finalmente, voltando à pergunta original, onde estão Maege Mormont e Galbart Glover? Especula-se que eles decidam permanecer nas Terras Fluviais, usando a Atalaia da Água Cinzenta como base de operações para tentar reunir os remanescentes do exército de Robb que ficam presos e dispersos quando Fosso Cailin caiu em mãos inimigas. Por exemplo, os seiscentos homens - incluindo lanceiros das montanhas e de Proto Branco, arqueiros Hornwood, e Stouts e Cerwyns – que Roose deixa no Tridente sob o comando de Ronnel Stout e Sor Kyle Condon (ASOS, Catelyn VI) dos quais nunca mais se ouve falar. Se a viagem de Senhora Coração de Pedra ao Gargalo significar que a Irmandade sem Bandeiras está agora trabalhando com Reed, Mormont e Glover, essas forças poderão em breve reaparecer onde mais doerá nos Lannisters e Freys.

Intriga marchando para Winterfell

Com Alysane Mormont funcionando como a conexão com a Senhora Maege e, consequentemente, com a legitimação de Jon por Robb como rei no norte, os próximos jogadores nesse jogo de telefone sem fio são os homens do clã, os quais (como Manderly fica sabendo via Wex) sabem que Bran (e provavelmente que Rickon também) sobreviveu ao saque de Winterfell.
Jojen Reed parou para recuperar o fôlego.
– Acha que essa gente das montanhas sabe que estamos aqui?
– Eles sabem. – Bran avistara-os observando; não com os próprios olhos, mas com os olhos mais sensíveis de Verão, que deixavam escapar muito pouco. [...]
Só uma vez encontraram um membro do povo da montanha, quando uma súbita carga de água gelada tinha feito com que buscassem abrigo. [...] Bran achou que devia ser um Liddle. O broche que prendia seu manto de pele de esquilo era de ouro e bronze, trabalhado em forma de pinha, e os Liddle usavam pinhas na metade branca de seus escudos verde e branco.
O Liddle puxou uma faca e começou a desbastar um pedaço de madeira.
– Quando havia um Stark em Winterfell, uma donzela podia percorrer a estrada do rei usando o vestido do dia de seu nome e nada sofrer, e os viajantes encontravam fogo, pão e sal em muitas estalagens e castros. Mas agora as noites são mais frias, e as portas estão fechadas. Há lulas na mata de lobos, e homens esfolados percorrem a estrada do rei, perguntando por forasteiros.
Os Reed trocaram um olhar.
– Homens esfolados? – perguntou Jojen.
– Os rapazes do Bastardo, ora. Ele tava morto, mas agora não tá. E paga bom dinheiro por pele de lobos, segundo um homem ouviu dizer, e talvez até ouro por notícias de certos outros mortos que andam. – Olhou para Bran quando disse aquilo, e para Verão, que estava estendido ao seu lado. – [...] Era diferente quando havia um Stark em Winterfell. Mas o velho lobo tá morto e o novo foi para o sul jogar o jogo de tronos, e tudo que nos resta são os fantasmas.
– Os lobos voltarão – disse solenemente Jojen.
(ASOS, Bran II)
Este estranhamente bem informado Liddle, com seu broche de ouro e bronze, é talvez um líder em seu clã. Ele não apenas reconhece Bran, mas seu pessoal também tem se mantido atentos. O próprio fato de os homens de Bolton terem prometido recompensa por notícias dos Stark supostamente mortos sugere que eles não estão mortos. Bran também pergunta ao Liddle a que distância fica a Muralha (não consta da citação acima) e, embora o homem pense que eles não deveriam seguir esse caminho, ele fica por dentro de parte dos planos deles.
Em A Dança dos Dragões, os Liddles ajudam Stannis a tomar Bosque Profundo e a marchar para Winterfell junto com os Norreys, Wulls e Flints. Em minha opinião, há boas chances de que os Liddles tenham contado aos demais sobre o encontro com Bran e companhia. Os clãs das montanhas podem brigar por cabras e mulas roubadas, mas quando se trata dos Starks de Winterfell, há consenso. Segundo a teoria, quando Alysane se junta à marcha, ela e os homens do clã trocam informações. Os Liddles, Norreys, Wulls e Flints ficam sabendo sobre Jon, Alysane sobre Bran (e talvez Rickon, se ela ainda não tiver cruzado com os Glovers).
Pouco tempo depois, Jon hospeda Norreys e Flints na Muralha.
O Velho Flint e O Norrey tinham lugares de grande honra logo abaixo do estrado. Ambos eram velhos demais para marchar com Stannis; haviam mandado filhos e netos em seus lugares. Mas ambos haviam sido rápidos o suficiente para descer até o Castelo Negro para o casamento. Cada um trouxera uma ama de leite para a Muralha, também. [...] Entre as duas, a criança que Val chamara de Monstro parecia estar prosperando.
Por isso Jon estava grato... mas não acreditara nem por um momento que esses dois veneráveis velhos guerreiros desceriam correndo das montanhas sozinhos. Cada um viera com uma cauda de guerreiros – cinco para o Velho Flint, doze para O Norrey, todos vestidos em peles esfarrapadas e couro cravejado, temíveis como a face do inverno. Alguns tinham longas barbas, alguns tinham cicatrizes, alguns tinham ambos; todos veneravam os antigos deuses do Norte, os mesmos deuses venerados pelo povo livre para lá da Muralha. No entanto, eles se sentaram, bebendo por um casamento santificado por algum estranho deus vermelho de além-mar.
Melhor isso do que se recusar a beber. Nem os Flint nem os Norrey haviam virado suas taças para derramar o vinho no chão. Isso poderia indicar certa aceitação. Ou talvez simplesmente odeiem desperdiçar um bom vinho sulista. Não dá para provar muito disso naquelas montanhas rochosas deles.
(Jon X, ADWD)
Pode ser que Flint e Norrey estiveram na Muralha para avaliar Jon? Suponha que estes homens de clã com Stannis enviem uma mensagem ou mensageiro de volta às montanhas, falando do sucessor escolhido por Robb. Os nortenhos sobrevivem na neve muito melhor do que os cavaleiros do sul de Stannis, e duvido que algum deles notaria o desparecimento um ou dois daqueles homens. O acordo de Jon sobre o casamento de Alys Karstark e sua trégua com os selvagens seriam infrações à autoridade do Rei do Norte. E representantes dos clãs das colinas vieram para observar e julgar como ele lida com os ambas as coisas:
– Lorde Snow – disse O Norrey –, onde você pretende colocar esses seus selvagens? Não nas minhas terras, espero.
– Sim – declarou o Velho Flint – Se quer deixá-los na Dádiva, é problema seu, mas assegure-se de que não vão ficar vagando por aí, ou mandarei a cabeça deles para você. O inverno está próximo e não quero mais bocas para alimentar.
– Os selvagens ficarão na Muralha – Jon lhes assegurou. [...]– Tormund me deu sua palavra. Ele servirá conosco até a primavera. O Chorão e os outros capitães terão que prometer a mesma coisa, ou não os deixaremos passar.
O Velho Flint abanou a cabeça.
– Eles nos trairão [...]
– O povo livre não tem leis nem senhores – Jon falou –, mas amam suas crianças. Você admitiria isso ao menos? [...] Por isso insisti em mantermos reféns. [...]
Os nortenhos olharam um para o outro.
– Reféns – ponderou O Norrey. – Tormund concordou com isso?
Era isso, ou ver seu povo morrer.
– Meu preço de sangue, ele chamou – falou Jon Snow –, mas pagará.– Sim, e por que não? – O Velho Flint bateu sua bengala contra o gelo. – Protegidos, nós sempre os chamávamos, quando Winterfell exigia rapazes de nós, mas eram reféns, e nada pior que isso.
– Nada, exceto para aqueles cujos pais desagradavam os Reis do Inverno – falou O Norrey. – Esses voltavam para casa uma cabeça mais curtos. Então me diga, rapaz... se esses seus amigos selvagens se mostrarem falsos, você terá estômago para fazer o que precisa ser feito?
Pergunte a Janos Slynt.
– Tormund Terror dos Gigantes me conhece o suficiente para não me testar. Posso ser um rapaz inexperiente aos seus olhos, Lorde Norrey, mas ainda sou um filho de Eddard Stark.
(ADWD, Jon XI)
Acredito que Flint e Norrey estão devidamente impressionados aqui. Se Alysane realmente falou com os clãs da intenção de Maege Mormont de defender os últimos desejos de Robb, acho que eles estariam dispostos a aceitar Jon como Rei do Inverno.
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.02.24 13:05 Kallisz Meu primeiro carnaval (e último, eu espero)

(pra quem tiver preguiça de ler, tem resumo no final) Eu nunca tive coragem de ir em nenhum tipo de comemoração de carnaval, desde criança minha família nunca gostou muito então nem me lembro de ter ido a qualquer bloquinho ou coisa parecida. Eu fiz alguns amigos que são bem mais sociáveis do que eu, mas com quem eu me divertia muito. Ontem eles me convidaram para sair e comemorar o carnaval, eu passei horas me arrumando e estava muito animada para o meu primeiro carnaval. Chegando lá, o calor tava insuportável, a música era tão alta, tantas pessoas, muitos bêbados, eu NUNCA me senti tão fora do meu elemento, estava muito nervosa. Eu já fui em festas, eu consigo me divertir em algumas delas, mas só de ver as pessoas eu me sentia sem ar, como se fosse chorar se tivesse que entrar no meio deles. Eu olhei pros meus amigos, eles pareciam estar se divertindo, começaram a beber e dançar e eu percebi que não ia aguentar ficar naquele lugar, eu avisei a minha amiga que não estava me sentindo bem e voltei pra casa. Eu me senti um lixo, eu não consegui ficar lá por mais que um minuto e tive que voltar pra casa andando. Antes de eu sair eles insistiram mais um pouco pra eu dar uma chance, pediram pra eu voltar a noite quando tinha menos gente e depois continuar a festa na casa de uma delas, foi o que eu fiz, fui pra casa e voltei algumas horas depois, dessa vez eu decidi ficar lá. Realmente, com menos pessoas era mais fácil, decidi esperar até eles se cansarem então. Eu acabei sendo assediada duas vezes, eu não sei se isso é normal pra um carnaval, eu nem sabia como reagir, mas meus amigos agiram como se fosse normal homens adultos falarem elogios invasivos para uma menina com idade pra ser filha deles, de menor, inclusive. Eu me senti mal desde já e decidi me afastar da multidão pra evitar esse tipo de coisa, eu mal podia esperar para ir pra casa da minha amiga e dormir... Quando chegou a hora de ir, todos entraram no carro, o carro estava cheio e eu estava afastada então não vi quando eles saíram. Eles decidiram simplesmente me deixar pra trás, eu recebi uma mensagem avisando só minutos depois que eles tinham saído. Eu acabei desistindo de tudo e voltei pra casa a pé novamente, a esse ponto estava chovendo, de noite, escuro, e as ruas estavam cheias de bêbados, e eu estava lá, sozinha, voltando pra casa. Eles me deixaram pra trás, mesmo eu tendo ficado lá esse tempo todo só na esperança de poder aproveitar ao menos um pouco quando fosse pra casa da minha amiga. Acima disso eu tenho que aturar "indiretas" que mandaram no grupo dos amigos falando sobre gente "chata, sem energia e desanimada". Eu realmente acreditei que eles iam me entender, eles sabem que eu não consigo ser tão social quanto eles... Mas sinceramente essa foi a pior experiência possível, e eu nunca mais quero ir pra nenhum bloquinho de carnaval, nem entendo como as pessoas conseguem se divertir nisso.
Resumo pra quem tá com preguiça de ler: Eu fui pro meu primeiro carnaval, mas não consegui ficar por muito tempo pq tive ataque de ansiedade, tentei dar outra chance mais tarde e foi ainda pior. Meus "amigos" me deixaram pra trás sem carona e eu tive que andar pra casa sozinha na chuva.
submitted by Kallisz to desabafos [link] [comments]


2020.01.13 12:30 AntonioMachado [2012] Oliver James - Como desenvolver a inteligência emocional

submitted by AntonioMachado to investigate_this [link] [comments]


2019.11.07 03:25 Mustafasustenido Completei 30 anos, virei mago e isso me abalou profundamente

Caros colegas redditors.
Buscarei a melhor forma de contar essa história aqui e farei um TL;DR no fim, mas tentarei não deixá-la massiva.
Então... venho de uma família classe média alta onde o que mais tive foi amor e carinho.
Em minha adolescência viajei bastante pelo mundo com minha família, estudei em uma escola excelente, fiz muitos amigos (alguns hoje são meus irmãos de vida) e posso dizer que foi o melhor período de minha vida.
Porém nunca consegui me relacionar com nenhuma mulher. Terminei o ensino médio sem nunca ter dado um beijo. Só tendo encostado na mão de uma menina 1x e passando por dezenas de rejeições (perdi as contas da quantidade de vezes que me apaixonei e não fui correspondido).
Sei que isso, em partes, se explica pelo fato de eu ter sido o ser humano mais magro (com saúde) que já conheci. Sem entrar em muitos detalhes meu IMC era por volta 13, eu era literalmente só o osso. Mais de 1,80m e menos de 50 kg (muito tempo depois descobri que é simplesmente a genética, mesmo malhando existe uma barreira pra meu peso e cada segundo de sedentarismo me faz emagrecer), exames perfeitos. No fim da adolescência entrei pra academia e consegui um corpo magro normal, porém o estrago na minha autoestima já estava feito (apesar de eu ter convicção que a qualquer momento, naturalmente, as coisas aconteceriam e eu acharia alguma menina pra me relacionar).
Passei em uma das melhores faculdades do país, no curso que eu queria, saí de casa pra morar sozinho e estudar, tinha tudo pra minha vida continuar as mil maravilhas, mas encontrei meu primeiro problema. O local de estudo só tinha homens e, como eu não era muito de sair, me bateu um grande desespero de continuar BV por muito tempo, já que não teria contato com mulheres... Enfim, uma depressão apareceu e fiquei quase 2 anos praticamente na rotina casa-faculdade-casa (além de minha família ter colocado quase uma babá em minha casa, pra que eu pudesse ficar mais relaxado). Foi com sobras o pior período de minha vida, em momentos de crise não conseguia comer praticamente nada, em momentos normais eu tinha que empurrar cada refeição. Voltei pra um estado de muita magreza (IMC 14,5), parei de fazer atividades físicas... minha família percebia pouco porque, além da distância, meu desempenho continuou excelente. Meus amigos de infância estavam em outras cidades e meus amigos da faculdade não pareciam notar nada (até porque já me conheceram nesse estado).
Consegui começar a superar essa situação depois de um grave problema de saúde na família. Entendi que nada do que eu sentia se justificava com tanto sofrimento que eu estava vendo daquele ente querido próximo a partir. Tanto que, depois da sua morte meus pensamentos voltaram a funcionar quase que normalmente (algumas recaídas de vez em quando) e voltei a ter aquela certeza adolescente que a qualquer momento naturalmente eu ia encontrar uma parceira.
Resumindo bastante, terminei a faculdade e comecei a trabalhar numa das maiores empresas do país, em uma cidade média do Brasil. Em pouco tempo eu assumi uma função de gestão e hoje estou quase no topo da carreira. Além disso dou palestras periodicamente para centenas de pessoas e ministro um curso noturno na área em que sou referência. Minha remuneração é o equivalente a 1 carro popular a cada 2 meses.
Ah... não possuo redes sociais
O que vou falar agora pode ficar parecendo querer me "gabar", mas é só pra enaltecer a gravidade da situação e o quanto tudo pesa em mim.
Meu modelo de gestão virou referência na empresa (e no mercado em geral), por criar uma equipe "família" (tenho muita facilidade em analisar perfis de pessoas e criar ambientes de trabalho que funcionam de maneira leve), os funcionários da empresa simplesmente me vangloriam pela forma como eu levo as coisas e resolvo as situações. Um dia desses um antigo auxiliar de serviços gerais (o qual sempre incentivei [verbalmente e financeiramente] a terminar o curso que estava fazendo) que conseguiu vaga de assistente administrativo em outra empresa veio pessoalmente me agradecer (até uma lembrança me deu, que guardo com bastante carinho) por conta dos ensinamentos que passei pra ele, que, segundo o mesmo, "foram de grande importância para o crescimento na carreira dele".
Dou palestra pra centenas de pessoas por mês, pra falar sobre a área que domino e está em ascensão em todo o mundo. As palestras tem sido um sucesso, e a plateia aumenta a cada ciclo. Sempre tive muita facilidade pra falar (e prender a atenção das pessoas) em público.
Minhas aulas noturnas também correm de maneira bastante positiva. Sempre tive prazer em ensinar e ver o aprendizado de cada estudante (principalmente os que mais tem dificuldades) me dá uma sensação de dever cumprido muito grande.
Além disso tudo sou multi-instrumentista. A música é parte de mim e sempre quis compartilhar com o máximo de pessoas possível. Dessa forma, sou um dos fundadores (e professor) de um projeto comunitário com objetivo de transformar a vida das pessoas de uma maneira efetiva.
Dito isso, volto pra o ponto do desabafo do tópico.
Completei 30 anos, sou BV e, obviamente, virgem e isso vem me destruindo a cada dia que passa. Todas as pessoas próximas a mim já tem família, ou pelo menos namoradas sérias/noivas e eu mal encostei na mão de uma mulher.
Analisando friamente (uma das minhas maiores virtudes são as autocríticas) sou um homem nota 7 de rosto (sei que nos achamos mais bonito do que o que somos, mas já descontei uns pontos, risos) e 3 de corpo. (recentemente estava melhor de corpo mas ansiedade que venho sentindo nos últimos meses vem me corroendo, e tenho total consciência que não posso por a desculpa dos meus insucessos integralmente no meu corpo)
Ninguém sabe que sou BV e meus dois amigos mais próximos sabem que sou virgem.
Mensalmente recebo a sugestão de procurar uma prostituta, mas meu EU me diz que isso seria a maior prova que sou incapaz de conseguir um primeiro beijo com uma moça que gostasse de mim de verdade (e nem sei se é recomendado beijar prostitutas, risos).
Meus amigos já tentaram me "armar" com conhecidas em festas, mas nas duas vezes que isso aconteceu notei que as moças não queriam e nem tentei forçar a barra. Acabei saindo das situações muito pior do que antes, sentindo a rejeição na pele mais uma vez. Sabe aquela facilidade pra falar em público? Isso desaparece integralmente em contatos sociais diretos com muitas pessoas do sexo feminino (principalmente em festas, que nunca gostei e hoje em dia mal vou, a não ser as do trabalho ou quando faço parte da banda). Na verdade ir em festas no geral me cansa MUITO, vou uma vez por ano, depois de muita insistência dos amigos, porque sei que vou ficar lá 5-6h com cara de paisagem, sem despertar o interesse de nenhuma mulher random por conta de não conseguir ter a mínima postura e não ter um corpo tão legal pra gerar interesse numa numa festa.
Tenho total convicção que, se eu fosse uma mulher, jamais pegaria um cara inibido como eu num ambiente de festa, eu simplesmente me reduzo a um pedacinho de nada, sei que isso é muito por conta da baixa autoestima devido ao meu corpo e às rejeições femininas que sofri na adolescência.
Minha rotina hoje em dia se resume basicamente a:
Trabalhar de segunda à sexta o dia todo (e noite), tento ler algo pra relaxar;
Sexta à noite (pelo menos a cada 15 dias) saio com meus amigos (e suas esposas) pra um barzinho;
Sábado trabalho mais um pouco, assisto futebol e vou dar aula de música para o pessoal no projeto;
Domingo passo o dia feliz com minha família, à noite vou à missa pra relaxar um pouco o espírito e me preparar para a semana.
Sinto um pouco de tristeza principalmente ao escrever que passo o "domingo feliz" com minha família, com um toque de desdém. Porque realmente tinha tudo pra ser algo perfeito, mas meu EU interno já passa cada minuto, em cada uma dessas atividades, pensando no quanto de vida eu perdi por chegar aos 30 anos sem ter me relacionado com uma mulher e saber que esse tempo não volta atrás nunca.
Saber que jamais vou ter uma namoradinha aos 15 anos, conhecer aos poucos e sem maiores pressões como um relacionamento funciona. Ir de mãos dadas ao shopping, assistir um filme, trocar palavras, olhares... Cada vez que penso nisso parece que uma parte de mim fica pra trás, não consigo exprimir com palavras o vazio que isso me faz sentir.
O estopim para que eu resolvesse desabafar e (com fé em Deus) procurar ajuda profissional foi o seguinte:
A empresa é composta majoritariamente por homens e mulheres de mais idade, mas possui algumas estagiárias e o pessoal sempre me fala na resenha (não sei até que ponto é resenha [na verdade eu sei que não é resenha]) que elas fazem de tudo pra se envolverem comigo (lembra aquela história de que sou bom pra traçar perfis de pessoas e montar equipes? Pois é, quando o assunto é relacionamento com mulheres eu não sei interpretar os sinais mais básicos). Obviamente eu jamais me envolveria com uma estagiária (até mesmo uma ex-estagiária), por razões profissionais, mas já recebi muitos "convites" via Whatsapp, que acabo levando na brincadeira pra não queimar minha reputação.
Enfim, recentemente chegou o ponto que resolvi que meu psicológico era mais importante do que meu medo de "me queimar" e comecei a conversar com uma estagiária (10 anos mais nova e de família humilde[claro que não ligo pra isso, só estou dizendo aqui pra que você me ajudem a interpretar a situação depois]) que já estava terminando o contrato e ia ser efetivada em outra cidade. A iniciativa foi minha (e isso me fez ter ainda mais vontade de que desse certo), mas, mesmo sendo um poste, eu sempre notei a forma que ela me olhava, sorria e nas conversas que tivemos nossas ideias se batiam muito, além de ela me atrair fisicamente e ser bastante inteligente.
Começamos a conversar diariamente via Whatsapp (evitávamos contato pessoal por conta do ambiente da empresa). Pouco antes do contrato dela acabar surgiu o momento e falamos mutuamente do que sentíamos, dos problemas que isso podia trazer pra vida profissional, mas acabamos concordando que valeria a pena tentar algo. Um tempo depois resolvi chamá-la pra sair e ela aceitou, mas veio com uma conversa que não era pra eu criar expectativas e que ela "não era fácil" (com outras palavras mas em resumo era isso). Confesso que achei meio estranho, há pouco tempo havíamos nos aberto um para o outro, mas não entendo nada de mulheres mesmo, então vamos seguir a história.
Tive o primeiro encontro da minha vida (sim, aos 30 anos, repito) levei ela pra jantar em um local que não fosse o mais caro da cidade (pensei que ela se sentiria mais confortável caso pudesse pagar o que havia consumido, se desejasse).
Saí de casa bastante nervoso, mas seguindo à risca tudo que os tutoriais on-line tinham me ensinado. Asseado, perfumado, bem vestido (como se eu já não vivesse assim...) e tentando o máximo possível ser simplesmente eu.
Chegamos ao local (um pouco preocupados que algum conhecido nos visse), mas a coisa fluiu tão naturalmente que, aos poucos o nervosismo foi passando. Aproveitamos o momento "livres" e conversamos sobre muita coisa ao longo de quase 3 horas (sem nenhuma forçação de barra, a coisa realmente acontecia de maneira espontânea), falamos um pouco sobre nossas vidas, nossos anseios, falamos mal das pessoas das mesas vizinhas... isso tudo com intensas trocas de olhares. Chegou um ponto que tomei coragem, segurei na mão dela e, pasmem, ela deixou. Fiquei ali de mãos dadas com ela (foi uma das melhores sensações que já tive na vida), trocando carícias e conversando por mais alguns minutos, quando decidi que era hora de sair e tentar algo.
Como já disse, antes do encontro eu estava muito nervoso, mas depois de todo aquele tempo com ela eu percebi que as coisas realmente iam acontecer de forma bastante natural.
Saí do restaurante abraçado com ela, fomos em direção ao carro (estava num local isolado), fiquei de frente com ela, falei 2 palavras e fui em direção ao meu primeiro beijo.
Ela simplesmente se virou e disse "na-não" (foi mais em forma de ruído de negação, mas achei melhor escrever assim), nesse momento não entendi mais nada (teria interpretado algum sinal de forma errada? Deveria insistir?).
Dei um abraço nela falei algumas palavras, tentei novamente e recebi mais uma rejeição.
Não soube o motivo (até agora não sei), mas preferi não insistir, demos um abraço demorado e levei ela pra casa, conversando sobre outras coisas.
Faz pouco tempo que isso aconteceu e ainda trocamos algumas palavras via Whatsapp. O que me deixa tranquilo é que eu pelo menos tirei a bunda da cadeira e tentei. Mas a frustração de mais uma rejeição é algo incomensurável pra mim. Não sei quando terei contato com outra mulher a esse ponto (estatisticamente eu tenho contato, com chances de dar algo, com uma mulher a cada 2 anos, e, é claro, nunca deu certo)
Com relação a esse encontro (eu queria até a opinião dos colegas redditores) eu trabalho com 3 hipóteses:
1 - Ela quer algo, mas não quis se mostrar fácil/interesseira (como as outras estagiárias que mandam mensagens diretas pra mim por Whatsapp) e está esperando outro convite meu para que possamos sair novamente e finalmente ocorra algo;
2 - Ela não quer mais nada por conta de uma das milhares de coisas que podem estar se passando na mente dela;
3 - Isso foi a prova de que meu corpo possui alguma substância não identificada, incolor, inodora e insípida, que cria uma barreira contra mulheres.
Não sei se vale a pena insistir, estou tão frustrado que não consigo ter forças pra um contato mais direto (apesar de sentir muita falta das conversas com ela);
Pra finalizar, meu desespero hoje é tão grande que penso até em fazer uma rede social (coisa que nunca tive) só pra me "amostrar" (algo que é totalmente contra meu perfil). Mostrar meus carros, minha casa na praia, minhas viagens semanais, meus momentos com os amigos, sei lá, qualquer coisa que pudesse gerar alguma curiosidade sobre mim para as mulheres.Mas aí me olho no espelho e percebo que quando chegar a esse ponto eu realmente não estarei mais sendo eu e algo de muito errado (além do que já está se passando) estará acontecendo.
TL;DR: Homem, 30 anos, família perfeita, muitos amigos (alguns verdadeiros irmãos), trabalho dos sonhos, ótima situação financeira, porém BV e virgem.
Fazendo um resumo desde a adolescência:
Comecei a aprender sobre música achando que com isso um relacionamento viria naturalmente (ao menos a música virou uma paixão real em minha vida);
Comecei a fazer academia achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
Comecei a cursar um dos cursos mais concorridos do Brasil achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
Comecei a trabalhar e hoje ganho mais do que 99% da população brasileira achando que com isso um relacionamento viria naturalmente;
E não veio. Hoje não sei mais o que buscar ou a quem recorrer... A ansiedade (ou seria depressão?) está chegando a tal ponto que me vejo totalmente refém de alguns pensamentos que me atrasam bastante. Eu não consigo, por exemplo, passar mais de 15 dias (ou ir pra um lugar distante) longe da minha família/amigos próximos. Começa a bater um desespero (tipo os que eu sentia na depressão quando tinha 20 anos) e começo a pensar que eu poderia estar ali com uma companheira, aproveitando cada segundo. Já desisti de diversas viagens para fora do Brasil por conta disso. Coisa que fazia naturalmente na adolescência.
Sinto que a cada dia a bolha vai aumentando, a ponto de começar a atrapalhar nos meus trabalhos e vida pessoal, viagens a trabalho para fora do estado estão se tornando um sofrimento (as consequências de todos meus medos recaem sobre meu sistema digestivo), acordo à noite desesperado com medo do dia de amanhã, comecei a procrastinar algumas coisas e perder o tesão em diversas situações de prazer do dia a dia (não consigo mais jogar videogame por achar que isso me torna ainda mais virgem e inútil. A própria masturbação se tornou um momento de tristeza. Tocar piano, violino, violão, etc sozinho muitas vezes só me traz dor).
Cada elogio que recebo na empresa, palestras, aulas, crianças no projeto de música, família, amigos, parece aumentar o vazio que sinto.
Gostaria de simplesmente arrumar uma companheira e viver a vida a dois, viajar, compartilhar momentos, beijar, quem sabe, caso a coisa desse certo, ter filhos, criar uma família...

De qualquer forma, me sinto um pouco mais leve por ter passado 2 horas escrevendo e tendo exprimido todos esses sentimentos pela primeira vez (pra o lado de fora de minha cabeça).
Estou pensando em procurar um psicólogo (creio que já devia ter feito isso desde a minha primeira depressão lá nos 20 anos). Como garantir que eu, sendo uma figura conhecida na cidade não terei todas as minhas histórias íntimas divulgadas (sei que psicólogo é uma profissão muito séria, peço até desculpas de antemão caso essa pergunta ofenda alguém, mas uma pessoa má intencionada poderia destruir toda minha reputação externalizando minha intimidade). Na verdade a pergunta é "como escolher um psicólogo?". Caso não dê certo é normal trocar de psicólogo?
Obrigado a todos pela atenção.
submitted by Mustafasustenido to desabafos [link] [comments]


2019.09.30 20:47 MundodaAvaliacoes como puxar assunto com uma mulher

Se você quer saber como puxar assunto com uma mulher e é tímido, esqueça este passado.
A seguir, você verá as melhores ideias para iniciar um assunto com qualquer garota, seja na rua, na escola, trabalho etc.
Por isso, confira agora mesmo a primeira dica e como ela funciona na prática!

Índice de Conteúdo

Clique aqui para ler o artigo completo!


Clique aqui para ler o artigo completo!

Fonte: https://doceconquista.com.b
Artigos Relacionados:
Como Enlouquecer um Homem com Palavras — 6 Dicas Matadoras
7 Maneira de Conquistar uma Pessoa Difícil! Garantido
7 Formas de Como Conquistar uma Menina e ser Irresistível
Como Conquistar um Homem por Mensagem 6 Dica Matadoras
Como conquistar um homem pelo whatsapp » 6 Dicas Infalíveis!
Como Conquistar um Homem Difícil e Mulherengo
Como conquistar um homem de câncer! 7 Técnicas Infalíveis
Infalível Como Surpreender um Homem no Primeiro Encontro
Passo a Passo de Como Seduzir uma Mulher Fácil Fácil!
6 Dicas Infalíveis de Como Conquistar uma Amiga Rápido!
Saiba Como Conquistar um Homem Casado e Fiel?GARANTIDO!
Passos SIMPLES de Como Seduzir um Homem na Cama!
Como Enlouquecer um Homem na Cama — Método Simples e Rápido!
Descubra Como Conquistar uma Mulher Ainda Hoje!
MÉTODO Fácil e Rápido de Como Conquistar um Homem
Saiba Como Agradar um Homem — 7 Dicas Infalíveis
Tags:
como conquistar um homem,conquistar um homem,como conquistar,como seduzir um homem,como conquistar um homem conquista,como conquistar um homem gay,como conquistar um homem alegria,como conquistar um homem coragem,como conquistar um homem sedução,como conquistar um homem atração,como conquistar um homem mansidão,como conquistar um homem felicidade,como conquistar um homem pelo whatsapp, como conquistar uma mulher,conquistar uma mulher,como conquistar uma mina,como conquistar uma mulher difícil,como conquistar uma mulher no instagram,como conquistar uma menina,como conquistar mulheres,como conquistar uma mulher boa,conquistar mulher,como conquistar uma mulher gata,como conquistar uma mulher alta,como conquistar uma mulher linda,como conquistar uma mulher timida, como seduzir uma mulher,como conquistar uma mulher,como seduzir,seduzir mulheres,conquistar uma mulher,como atrair uma mulher,como chegar em uma mulher,como conquistar uma mulher casada,como seduzir mulheres,como conquistar uma mulher com palavras,como conquistar mulheres,como seduzir mulher,como conquistar,seduzir mulher,como pegar mulheres,como atrair mulheres,como agradar uma mulher, como seduzir um homem,como conquistar um homem,como enlouquecer um homem,como deixar um homem louco,conquistar um homem,seduzir um homem,como atrair um homem,como reconquistar um homem,como deixar um homem doido,como conquistar um homem casado,dicas para conquistar um homem,como conquistar um homem mais velho,como seduzir um homem gato,como seduzir um homem sexy,como seduzir um homem amado, como iniciar uma conversa,como conversar com uma mulher,iniciar uma conversa,como iniciar uma conversa com uma mina,como iniciar uma conversa com uma mulher,como iniciar uma conversa com uma desconhecida,como conversar,como conversar com uma garota,dicas para iniciar uma conversa no tinder,como ter uma conversa interessante,dicas para iniciar conversa com uma mulher,como puxar assunto, como ser atraente,como ser mais atraente,como ser mais bonito,atraente,como ser um homem atraente,como ser um homem muito atraente,como ser,como saber se você é atraente,como ficar atraente,ser mais atraente,ser um homem atraente,como ficar mais bonito,homem atraente,como ser sexy,dicas para ser um homem atraente,como ser homem atraente,como ser atraente homem,como ser um cara atraente, como fazer ele se apaixonar,como fazer um homem se apaixonar,como fazer um homem se apaixonar por mim,como fazer ele se apaixonar por mim,como fazer uma mulher se apaixonar,como fazer uma mulher se apaixonar por você,como conquistar um homem,como fazer o crush se apaixonar,como fazer um homem se apaixonar por vc,como fazer um homem se apaixonar por voce,Tags:como puxar assunto,como puxar assunto com uma mina,puxar assunto,como ter assunto,como conversar com uma mulher,como puxar assunto com mulher,puxar assunto com uma mulher,como puxar assunto com uma mina no whats,como puxar assunto no whatsapp,como chegar em uma mulher,como conquistar uma mulher,como puxar assunto com ela,como puxar assunto no tinder,como puxar assunto com garotas,Site que Indico:
submitted by MundodaAvaliacoes to u/MundodaAvaliacoes [link] [comments]


2019.02.27 15:29 CuteCockroach Me apaixonei por uma pessoa que eu saí só uma vez

Olá, obrigado por se interessar em minha história! É um pouco longa, então deixarei um resumo no final para aqueles que não queiram ler tudo.

Vamos lá!

Eu nunca fui uma pessoa que tinha facilidade para conhecer gente. Como um nerd de 5ª categoria, eu sempre fui bastante tímido e nunca escondi isso, até porque é difícil esconder timidez: você tenta parecer autoconfiante mas acaba extrapolando e passando a imagem de uma pessoa que você não é e chega a assustar a pessoa com quem está conversando.
Há alguns anos, com a chegada de aplicativos de "paquera", eu consegui conhecer algumas meninas. Mas nunca deu em nada. Tive alguns projetos de namoro mas que eventualmente se desfizeram, por N motivos.
A vasta maioria das meninas que conheço nesses aplicativos são pessoas que parecem que "demandam" a responsabilidade diretamente minha de ser o agente "puxador de assunto". Ficam quietas e respondem objetivamente, sem perguntar o mesmo para mim (por exemplo "qual filme você mais gosta?", e essas perguntas bem clichês no começo de um papo; e/ou então não dão espaço para surgir um assunto em cima do que eu falei. E a conversa fica rasa, chata e não vai pra frente. Até que semana passada eu acabei conhecendo uma menina que foi diferente de todas: ela puxava assunto, perguntava como foi meu dia (isso conta muito para mim), perguntava sobre mim e demonstrava interesse no que eu dizia. Como disse Jim Carrey no filme Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças: "Por que eu me apaixono por toda mulher que eu vejo que me dá o mínimo de atenção?". Seu nome irei omitir, mas chamaremos ela de Fulana.
E assim fui conversando algumas noites com Fulana. Conversamos por cerca de 3 a 4 dias, até chegar na sexta-feira e ela me lançar o desafio de assistir três episódios de uma série no Netflix que, caso eu não gostasse, ela me pagaria um cinema para devolver as horas que eu perdi assistindo os primeiros episódios da série. Se eu gostasse, eu pagaria. Bom, eu assisti, e eu gostei. Não muito, mas eu gostei. E para faze-la feliz, eu disse que achei bem legal e que ela ganhou a aposta/desafio. Num papo descontraído umas horas antes, ela perguntou o que eu procurava no app e eu disse que procurava algo sério, uma parceira e etc., e ela disse que não estava a procura disso: que ela havia terminado um namoro havia pouco tempo e que queria apenas conhecer gente. Se rolasse algo, rolou. Não era do controle dela.
Pois bem. Marcamos o cinema para o sábado passado e, na minha cabeça (e pelo que ela deixou entendido) seria apenas um cinema e depois tchau e bença, cada um para seu canto.
Fomos para o shopping e quando a vi, a primeira impressão foi muito boa: ela era muito mais bonita do que nas fotos, e o sorriso dela era maravilhoso. Nos cumprimentamos e fomos em direção ao cinema. Conversamos um pouco e eu brinquei bastante com ela (porque, como eu disse, ela é o tipo de pessoa que dá espaço para que eu seja mais solto), até entrarmos na sessão. Durante o filme, algumas brincadeiras e risadas antes do filme começar e, quando começou, eu fiquei sério, pois eu gosto de prestar atenção ao filme. Ela, por sua vez, não estava muito entretida com o filme, era nítido (ela chegou até a falar quase no meio do filme: "agora sim esse filme começou a ficar legal"). E, chegou uma hora que ela deitou em meu ombro. Alguns minutos depois, ela segurou minha mão... Ela estava sendo a ativa. Eu arrisquei e a beijei: ela correspondeu. Dali para frente o filme foi praticamente esquecido.
Quando o filme acabou, já era 23h. Perguntei a ela: "Quer fazer mais alguma coisa, ir a algum outro lugar?", e ofereci ir a um Rock Bar que estaria com o cover da minha banda favorita tocando. Ela, para a minha surpresa, aceitou sem pestanejar. Entramos no carro dela e fomos até o bar. Chegando lá, ficamos conversando bastante, além de curtir a música e trocar vários beijos. Em uma de nossas conversas, ela falou bastante de como foi o seu relacionamento passado... Que namorou por quatro anos e foi o primeiro homem com quem ela teve qualquer coisa. Ele foi a primeira experiência dela com tudo. Ela não falou especificamente dele, mas sim do relacionamento. Eu não vi quaisquer problemas com isso, pois todos tivemos experiências na vida e cabia a mim apenas respeitar o passado dela. Eu sabia que ela não queria nada sério, até porque também era a primeira vez que saíamos (e ficamos) e tinha bastante chão ainda.
Em determinado momento de nossa "pegação" durante o show no bar, ela me disse que ainda bem que estávamos em local público, pois ela estava "muito excitada" e não iria se controlar.
Ao acabar o show, já era 5h da manhã, e fomos para o carro dela para irmos embora. Ela morava cerca de 1h30 de onde eu moro e, para não faze-la ter que me deixar em casa e depois andar de madrugada sozinha até em casa, sugeri que fossemos até a rodoviária da cidade dela de lá eu pegava o ônibus para a minha. Ela aceitou, e fomos. Porém, chegando lá na rodoviária, ao nos despedirmos, começamos a nos beijar novamente e as coisas esquentaram. Esquentaram bastante. Não acabamos transando, mas chegamos perto. Depois de finalmente o sol raiar, e ficar impossível de prosseguir com qualquer coisa no carro, eu sugiro a ela irmos a um Motel perto de minha cidade e que era meio caminho para a dela. Assim, a gente ficava mais um tempo juntos e não seria uma localização ruim para os dois.
Chegando no Motel, aconteceu o óbvio: transamos. Mas foi um sexo diferente de qualquer outro que eu já fiz na minha vida. Parecia que eu a conhecia há muito tempo, e tivemos uma conexão muito forte... Reflexo talvez de toda a noite agradável e descontraída que tivemos. Tive um desempenho como nunca antes tive: durando bastante e "pronto para a próxima" num tempo bem curto. Até que, em determinado momento enquanto descansávamos abraçados, ela soltou: "te amo". Eu, por dentro, queria dizer "eu também". Mas eu não sabia o que dizer e, para me certificar, eu perguntei: "sério?". Ela entrou em desespero e pediu mil desculpas. Falou que era porque estava "acostumada" a apenas transar com o seu ex e que falou sem pensar. Eu entendi e fingimos que nada aconteceu. Mas, o dano estava feito havia várias horas: eu estava apaixonado.
Dado o tempo do motel, fomos embora e ela me deixou na estação de trem para que eu fosse para minha casa e ela seguisse rumo à dela. Ela então me chamou no WhatsApp (porque antes só nos falávamos pelo app) e então ficamos mais próximos e conversando mais facilmente. Ela não poupou elogios a mim, disse que foi incrível e que não esperava que o encontro fosse tomar as proporções que tomou (nem eu esperava), que iria acabar no cinema. Eu fiquei muito feliz com ela, e procuro pensar que ela também estava muito feliz comigo. No mesmo dia, perguntou se tudo bem ela dizer que estava com saudades, e eu disse que sim, pois eu também estava. Ela se mostrou aliviada. O nosso desejo um com o outro era nítido: nós dois nos demos muito bem, e ela não poupava elogios a mim e ao quanto eu poderia ser uma pessoa melhor (pois ela notou que eu tinha problemas de baixa auto-estima e confiança). E, é claro, isso só corroborava com o fato de eu estar apaixonado por ela: uma pessoa que eu conheci haviam poucos dias, e saí apenas uma vez.
Eis que, ontem, terça-feira, ela ficou estranha de uma hora para a outra. Eu achava que era apenas o trabalho dela que estava pesado, e relevei (até porque eu não poderia cobrar atenção dela). Mas, ao chegar em casa, ela estava muito seca. Quando perguntei se ela estava melhor do mal estar que ela disse que estava sentindo no começo do dia, ela disse "mais ou menos, mas não se preocupe, não estou merecendo". Eu estranhei, e perguntei porquê. Ela disse que "não mereço porque você é legal, e eu não". Eu gelei na hora. Já ouvi essa frase uma vez e sabia o que seguia depois disso. Era quase certo que ela iria me dispensar... E eu acertei. Ela disse que o ex-namorado dela havia ligado para ela no serviço e eles discutiram bastante, ela chorou. E no final da conversa ela concordou com algumas coisas que ele disse.
Ela falou que mentiu quando disse que estava solteira tinham 3 meses: ela estava solteira haviam 9 dias. Que ela tentou por muito tempo levar o namoro adiante mas não funcionava... E ela disse o seguinte:
Depois disso a gente se viu de novo e eu falei que amava ele....ele disse que eu sou falsa de dizer isso e sair com outro 9 dias depois
Parece que ela acabou encontrando o ex namorado.
Resumindo... Ela me "dispensou". Eu tentei acalma-la tentando tirar todo o peso que ela tava colocando sobre si, falando que ela não prestava e que era uma vagabunda (palavras dela) e chorando horrores, mas a cada frase que eu mandava tentando faze-la se sentir melhor, parecia que ela me atacava. Então eu desejei a ela que encontrasse paz e fosse feliz, e que eu estaria ali para ela caso ela precisasse. E não nos falamos mais.
E é isso... Eu me apaixonei por uma pessoa que me deu o mínimo de atenção e me bajulou por alguns poucos dias. Mesmo eu sabendo que ela tinha saido há pouco tempo de um relacionamento, eu estava disposto a tentar. Só não sabia que era tão pouco tempo e que ela estava frágil. Agora estou de coração partido, sabendo que não encontrarei outra pessoa que se conecte comigo como foi com ela, e serão mais vários e longos meses até eu conhecer alguém que seja pelo menos 1/3 do que ela foi para mim.

TL;DR: OP é tímido e conheceu uma menina via app que o fez feliz por alguns dias. Ela logo dizia que estava para "o que vier" pois acabara de terminar um relacionamento de 4 anos havia poucos meses, e o OP queria algo sério, e foram se encontrar. No primeiro encontro, foram ao cinema, cover de sua banda favorita e acabaram o encontro no motel. A menina disse "eu te amo" durante o motel, mas foi "sem querer". O OP se apaixonou pela menina pois ela foi encantadora e uma ótima companhia, e as coisas pareciam caminhar mas dois dias depois o ex-namorado dela ligou para ela no trabalho e ela discutiu, aparentemente se encontrou com ele e disse a ele que ainda o amava (mas não sabia ao certo). A menina teve uma crise, falou que não quer isso para ela e nem pra mim, e "terminou" tudo. OP está devastado pois há muito tempo não conhecia uma menina que o fez bem assim e agora está bem triste.

Obrigado a todos por terem lido minha história!

submitted by CuteCockroach to desabafos [link] [comments]


2019.01.21 00:51 Law_Mateus Eu quero apenas um carinho...

Já fiz tantos desabafos sobre isso (tanto para amigos meus quanto aqui no Reddit) que eu, estou puto com tanta saturação, fazer esse desabafo vai mudar algo pra minha situação ? Claro que não, mas eu tô cansado literalmente cansado de esperar por carinho, eu simplesmente acho que eu só preciso de carinho pra ter como tratar as coisas de uma maneira mais feliz. Ver casais em obras que amo (de livros a músicas) é algo que tenho prazer de ver mas sempre me parte o coração, pois a falta de qualquer memória relacionadas a carinho afetivo é algo que ronda minha mente o tempo inteiro e eu sinto que toda vez, que penso em algo como isso (relacionamentos) preciso falar para alguém mas, como disse nem eu me aguento falando sobre isso. Eu já tinha marcado com duas meninas esse mês, eu realmente estava feliz, mesmo vendo coisas que normalmente me deixariam triste eu não está me sentindo assim, porém acabei por levar dois bolos de cada uma, graças a Deus não foi presencial, mas sla(mesmo que, o por que delas terem me dado o bolo não fosse minha aparência) eu fiquei extremamente frustrado pois essas eram as primeiras vezes(de tentativas por minha parte) e já estava tudo dando errado, e então eu estou apenas esperando para conseguir sair com uma delas agora pois a outra está desprezando demais a situação , ela não dá o mínimo de importância. Porém essa espera dura um eternidade, até porque eu terei curso dois dias seguidos e eu realmente preciso desse afeto eu tô me sentindo muito mal esses dias realmente ver pessoas, casais e ficar desejando aquilo na minha vida a muito tempo é algo que está acabando comigo eu tô muito desgastado mentalmente por pensar tanto sobre isso, eu só quero ter essa experiência, eu estou pouco me importando se der errado, apenas o fato de eu conseguir passar por essa experiência vai mudar para melhor meu estado mental (ou eu pelo menos espero). Muito disso se deve ao fato de que com quase 17 anos eu ainda estou bv, é algo que não tem nada haver com questões sociais eu apenas sinto tudo de ruim em saber que estou entrando no 3 ano do ensino médio e uma das coisas que mais fode minha cabeça é a falta de relacionamento amorosos. Além disso outra coisa que me deixa mal é elogio (não todo tipo) é por que assim ontem eu falei pra minha amiga sobre isso de eu ser bv mesmo tendo uma idade elevada, e ela falou que não acredita por que eu era bonitinho, eu fiquei feliz(apenas por alguns momentos) porém logo dps muito triste, pois em saber que o único motivo de eu não ter essa experiência, é totalmente culpa minha. Eu realmente me sinto no fundo do poço a ponto de ficar triste após um elogio.
submitted by Law_Mateus to desabafos [link] [comments]


2018.12.26 20:43 Law_Mateus 4 garotas, inseguranças, transição social e relacionamentos.

Eu queria fazer esse post a alguns dias, porém toda vez ocorria algum empresvisto e eu acabava não fazendo, mas chega de enrolação, vou começar a falar logo sobre o que é:
Bem a mais ou menos uns 10 dias eu tive um grande mudança em minha percepção social, pois eu havia ido a o aniversario de uma amiga minha, de todas a pessoas que iriam a este aniversario eu só conhecia 3 pessoas (as quais so tinha visto pessoalmente 2 vezes e uma dessas era minha amiga obviamente) e estava muito receoso sobre tudo isso pois eu era alguém muito timido antes da festa (a e outra observação as outras duas pessoas eram mulheres tbm). Pra contextualizar Melhor essa festa não foi feita em uma casa nós fomos pra um parque de diversões e depois para uma lanchonete, ok. Na festa tinha os meus maiores medos sociais: pessoas na mesma ou maior idade que a minha, pessoas bonitas e mulheres (o pior de tudo isso era um combo: mulheres bonitas da mesma ou maior ideia que a minha, só tinha uns 3 caras e o resto eram meninas, 8 no caso) e mesmo tendo todo esse baguio dos meu medos eu fiquei de boa consegui passar o aniversário de boa falando como todo mundo como se eu não tivesse problema algum com isso eu achei aquilo impressionante e fiquei muito feliz naquele dia.(guardem esse aniversário que ainda irei voltar nele)
No outro dia pós o aniversário eu me senti "Social", como o Cellbit já disse em uma entrevista eu senti que precisava sair com pessoas, como se eu realmente tivesse essa mudança do dia pra noite (ok agora guardem essa informação)
Voltando a aniversário, após passarmos duas horas no parque a gente decidiu ir para uma lanchonete, lá a gente conversou bastante e tals porém teve uma hora que minha 3 amigas as quais já conhecia antes do aniversário elas saíram da mesa principal e foram pra outra separada que ficava não muito longe da nossa blz e elas ficaram me chamando pra ir lá pra outra mesa eu fui então, quando eu cheguei lá elas ficaram falando que eu era muito lento por não percebi que uma amiga delas estava dando em cima de mim, eu fiquei sem entender por que realmente não tinha parecido isso, a única coisa que ela fez foi me dar um abraço pouco longo e só isso. Além disso ela ficaram falando que ela deu em cima não só de mim, mas de um outro menino que tava na festa e de um amigo meu por que ela tinha pegado meu celular e mandado mensagem para ele, e depois ficou pedindo o número dele. Mas eu tinha quase certeza que elas estavam exagerando por que o passado dela, era disso de dar em cima de muitos caras mas, sendo bem sincero ela, em minha percepção não tinha feito isso com ninguém aquela noite.
Obs. Importante: essa mina que supostamente deu em cima de mim, a alguns meses atrás tava com um amigo meu.
No outro dia resolvi falar pra meu amigo que ela tinha "dado em cima de mim" então ele disse que não tinha problema ela só tava sendo carinhosa e tals, porém ele falou que poderia ser um vingança por ele ter ficado com uma amiga dela, no final falou que não tinha problema de qualquer jeito pois ela tava solteira. Após isso eu com o passar do tempo fiquei interessado nela e como meu amigo falou que não tinha problema já que ela estava solteira então resolvi perguntar se ela realmente tinha dado em cima de mim e se eu poderia sair com ela qualquer dia(lembrando que se fosse meu eu antes da festa eu provavelmente nunca faria isso pois era muito tímido), ela acabou respondendo que sabia que iam falar que ela deu em cima de mim, falou que não deu em cima e que poderiamos marcar de sair depois que ela viajase. Blz eu já tava muito feliz.
Voltando pra quando eu queria sair pronto eu chamei um pessoal pra sair no outro dia umas 10 da manhã eu sabia que não iriam muitas pessoas até por que fiz isso de última hora, algumas pessoas falaram que iam mas acabaram cançelando, eu não está triste pois meu amigo falou que teria uma aula de 11 horas um curso que ele participava, perto do lugar onde eu ia então se ninguém fosse eu teria a companhia pelo menos do pessoal do curso (do qual eu já conhecia algumas pessoas) então fiquei algum tempo esperando no meu lugar, tava meio entendiado então resolvi usar o stories do Zap(Sim eu uso caguei se isso não é cool) para dizer que eu estava sozinho se alguém poderia ir para o meu local de encontro, após isso a mina lá falou que estava em um lugar, que ficava não muito longe dali, e ela tava praticamente dizendo vem aqui pra a gente ficar. Então eu como jovem dinâmico despreparado para tal situação falo que eu ia na casa de um amigo se desse eu passava lá, então eu acabei indo realmente pra casa do meu amigo e lá falei pra ele que seria muito difícil de eu ir lá ficar com ela e depois voltar pro curso , pois era um local perto, mas não tanto assim. Acabei decidindo que não iria até ela por que foi algo de última hora e eu não estava preparado pra aquilo, conversei com meus amigos foi bastante legal e tudo mais.
Blz fiquei me sentindo mal um tempo por não ter ido ficar com ela, mas ok eu segui em frente. Nesse mesmo dia eu só ficava mais fissurado nela e realmente tinha me apaixonando, então resolvi que no outro dia iria na casa do meu amigo conversar com ele pra saber se ia ter algum problema em relação a isso quando conversei com ele, ele ficou dizendo mas, "tu sabe que eu ainda gosto dela né?!" Pedi pra dá um abraço ele falou: "Cara não quero abraço me sinto traído" eu fiquei bem triste com isso e fiquei: "Ue mano cê não tinha dito que ela tava solteira, eu achei que tava tudo bem"(apenas pensei nisso não falei pra ele)
Obs: ele falou que um dos motivos pra eles "terminarem", foi por que ela traiu ele e por causa de problemas familiares, ele não entrou em detalhes.
ok após esse clima tenso voltei pra casa sem saber o que faria eu cogitei desistir de sair com a mina porque eu senti estava "traindo ele" fiquei pensando nisso muito tempo, até que eu sentei e discuti com um amigo meu que já tinha um pouco mais de experiência na vida amorosa, ele basicamente falou que se eu considerava amizade do cara não deveria interferir nisso e apenas ir ao encontro, mas não demonstrar nenhum interesse e em último caso se eu estivesse realmente apaixonado eu ficaria com ela, mesmo sabendo destes problemas. Então eu decidi que iria ao encontro e não faria nada, Isso foi uma decisão bem difícil já que eu sou basicamente um garoto de 16 BV que nunca se relacionou romanticamente, então ir pra um encontro onde a mina é bonita ela me quer e eu quero ela seria uma tarefa bem difícil, mas ok decidi fazer isso.
No outro dia fiquei novamente pensando nisso por um bom tempo e decidi que não ia fazer mas, isso por que eu realmente tinha me apaixonando por ela. Então eu postei algumas coisas no status relacionadas a estar apaixonado e meu amigo respondeu aquilo de uma maneira triste a eu expliquei a ele que os sentimentos são coisas que eu não controlo e tudo mais, e pedia desculpa de tudo que eu fiz ele sentir. Ele respondeu apenas com "ok", beleza eu percebi que ele tinha ficado putasso. Logo mais a mina manda mensagem, era ela falando que não ia mas poder ficar comigo, e esperava que a gente pudesse ser amigo eu reagi, normalmente dizendo que sim a gente podia ser amigo e que eu ia levar aquilo de boa e eu realmente levei por que tava tudo tão confuso na minha cabeça que eu só queria que acabasse.
Logo mais eu fui mandar um print de conversa com ela pra o meu amigo e na hora que eu mandei foi a hora que eu me decepcionei ele disse que ela tinha mandado aquilo pra mim por que ele dois tinham acabado de brigar e eu fiquei me sentindo muito mal por, ter causado tudo aquilo. Meu amigo tentou me consolar, pedindo desculpa por ter.me feito se sentir um lixo e tals e eu falando cara tudo bem. Pronto aí acabou aí
Maaaas, eu continuei sentido um amor tremendo por ela eu sonhei com ela mandando mensagem e áudios pra mim e isso era coisas que realmente me faziam feliz então eu acabei mandando uma mensagem pra ela, falando que eu não ia aguentar até fevereiro pra falar o que eu estava sentindo, falei sobre isso do sonho e tudo mais que ainda estava apaixonado e que não me importava de não ser correspondido eu apenas queria falar dos meus sentimentos pra ela. Pedi encarecidamente pra ela não falar sobre está mensagem pra ele. Ela respondeu dizendo que era pra eu relaxar que íamos resolver isso em fevereiro quando ela voltasse, depois falou que eu era uma pessoa incrível (com emoji e tudo) e eu retribuí (com emoji e tudo)
Voltando a minha transição do social nesse meio tempo que acontecia todas elas coisas e até mesmo antes delas eu tinha investido em uma garota e outra tinha investido em mim:(agora um pequeno resumo sobre cada história)
A menina que deu em cima de mim foi uma prima da minha amiga que tinha pegado o celular da mesma, basicamente ela falou que tinha problemas familiares e por causa disso nossa comunicação não ficaria tão acessível já que ela estava de castigo e disse eu não poderia mandar mensagem pelo insta e nem qualquer outro lugar pois poderia da problema pra ela, então no único meio de comunicação de lá pra cá foi ela dando like em algumas fotos minhas e comentando tbm(nada de elogios como gatão ou algo assim só coisa pra interagir mesmo) e eu tbm dando likes nas fotos da mesma
Sobre a mina que eu investi, quando eu estava em uma apresentação na sala dos meu colegas, eu e ela trocamos olhares e eu achei ela bonita acabei falando com uma amiga minha, que estudava com essa menina, conseguimos descobrir o insta, dela, já que eu não sabia nem o nome dela, quando fui contar sobre ela pra um amigo meu ele falou que era a mesma de uma amigo meu, só que outro amigo falou que não teria problema de ir falar com ela já que esse meu outro amigo falava com várias garotas então eu, fui sem medo, começei a falar com ela pelo insta até que consegui o Zap e por aí estamos se falando até hj, porém um problema, um dia que eu estava a andar com esse amigo que estava interessado na moça ele falou que gostava dela e eu sabia e tudo mais que eu tinha vacilado, porém eu disse que não que tu descobrido depois e que eu só fui por que falaram que ele tava tentando isso com muitas garotas, ele acabou dizendo pra eu investir por que ele não teria chance, já que ele estava a falar com ela desde maio e ainda não tinha feito nada. Ok Apenas fiquei conversando com ela.
Além de tudo isso uma menina que era bastante bonita me chamou na dm do insta aí mandei um print disso pra meus amigos ai, o mesmo cara da menina acima falou que tava mirado nessa tbm ai eu falei "caralho, mas tu fala que eu me meto em tudo né, coisa chata da poha"
Basicamente agora estou em um momento onde tem 4 meninas em situações diferentes. A menina do Zap que eu chamei vou sair com ela em janeiro mesmo tendo sentimentos por a primeira lá eu não sei que rumo vai tomar aquilo então decidi que eu faria isso apartir de conselhos de uma amiga minha, e após isso estou pensando em marcar com a outra do insta logo mais, porém ainda não tenho certeza.
Obs: a prima mora em outra cidade.
Estou confuso e em equilíbrio de felicidade e tristeza pois tá tudo muito confuso ainda, gostaria de opiniões, apesar desse texto estar gigantesco eu, espero que alguém leia e de a opinião sobre, obrigado a todos. :):
submitted by Law_Mateus to desabafos [link] [comments]


2018.09.18 02:09 LucasVlar Um babaca apaixonado.

Olá brasil, eu queria falar sobre uma coisa que está me incomodando já faz um tempo.
Bem, como viram no título eu estou apaixonado. Não vou mencionar o meu nome real e o nome real da menina. Então, meu nome fictício é Felipe, e o dela Natasha.
Eu conheci ela na escola, e, como todo amor adolescente, ela sentava perto de mim. A gente conversava a aula toda muito de boas, até que uma vez eu tinha faltado de aula, então no dia seguinte eu a pedi os para casas do dia que eu faltei pra ela, mas ela não se lembrava, então eu tive que pegar o número dela, nesse momento eu não gostava dela, então foi normal pra mim. Então ela me passou o número, me adicionou no WhatsApp e tal. Nesse momento a gente era meio tímido e mal conversava direito (pelo WhatsApp). Aí a gente foi pegando intimidade e tals, até a gente chegar em um ponto de que a gente conversava todo dia. Mas até aí estava tudo bem, certo? Nãooo, o Felipe tinha que fazer besteira. O motivo das nossas conversas diárias era uma mentira. Várias mentiras. (Nesse ponto eu já gostava dela). Começou com eu estar apaixonado por uma menina, que nem existe, eu inventei ela e falei que era ela da minha aula de inglês, e inventei ela e tudo o que ela supostamente fazia comigo. Então eu fui mentindo, e mentindo, cada vez mais. Um dia, ela pediu minha opinião sobre uma treta da escola, e eu tive uma opinião contrária a dela, e a gente brigou, ela me bloqueou mas 30 segundos depois desbloqueou. Depois disso, além de eu inventar mais histórias, a gente brigou mais e mais, ela me bloqueou mais e mais, mas nesse momento, ela desbloqueava no mesmo dia, em instantes. Mas hoje, por causa de uma piada que o meu amigo fez com o desaparecimento do gato dela, e eu ri, eu não sei porque ela ficou brava COMIGO, e me bloqueou pelo dia inteiro.
Claro que nós tivemos vários momentos bons de diversão, a gente riu, se divertiu juntos e conversamos bastante, mas nesse post eu só queria focar as coisas negativas
Bem, com esse post eu queria que vocês dissessem o que eu posso fazer sobre isso, e como talvez eu possa até chegar nela, e nos tornarmos bons amigos, e no futuro talvez até namorados ( ͡° ͜ʖ ͡°).
Ah, eu só queria especificar que a nossa relação é um pouco peculiar, por exemplo, eu sempre elogio ela, sem coisas ruins e ela também me elogia bastante, mas ela me zoa bastante. Ela é muito irônica, então na ironia ela me chama de burro (é só brincadeira, nós somos nerds) de merda/eu só falo bosta (não sei se é brincadeira ou tal) e ela me chama de feio, mesmo que eu sempre a chamo de fofa, então provavelmente ela me acha feio, mesmo que muitas amigas minhas meninas falam que sou bonitinho, então não sei se é ironia ou não
Eu não sei que flair eu marco, pode ser "Desabafo", ou "Me ajuda, brasil", mas eu vou marcar "Me ajuda, /brasil.
submitted by LucasVlar to brasil [link] [comments]


COMO CONQUISTAR UMA MENINA?! - YouTube 10 Elogios Inteligentes Que Derriten A Cualquier Mujer ELOGIOS QUE TODA MULHER AMA OUVIR - YouTube Elogios que deixam ELA APAIXONADA  Santo Papo - YouTube 5 coisas que elas querem! 7 elogios que as mulheres ADORAM - MID / LATEGAME NERD SEDUTOR 5 elogios que as mulheres adoram ouvir 9 Elogios em Inglês que TODO mundo quer ouvir! - YouTube 5 Elogios Que Todos Gostam de Ouvir 5 'Simples' Tipos De Elogios Que Todas As Mulheres Amam ...

7 elogios sinceros (que não têm nada a ver com aparência ...

  1. COMO CONQUISTAR UMA MENINA?! - YouTube
  2. 10 Elogios Inteligentes Que Derriten A Cualquier Mujer
  3. ELOGIOS QUE TODA MULHER AMA OUVIR - YouTube
  4. Elogios que deixam ELA APAIXONADA Santo Papo - YouTube
  5. 5 coisas que elas querem!
  6. 7 elogios que as mulheres ADORAM - MID / LATEGAME NERD SEDUTOR
  7. 5 elogios que as mulheres adoram ouvir
  8. 9 Elogios em Inglês que TODO mundo quer ouvir! - YouTube
  9. 5 Elogios Que Todos Gostam de Ouvir
  10. 5 'Simples' Tipos De Elogios Que Todas As Mulheres Amam ...

Agora que você já sabe o aspecto científico e psicológico do elogio, vamos ver os 5 elogios que todos gostam de ouvir, e que você pode fazer para alguém gostar ainda mais de você. Clique no link abaixo e Conquiste Mulheres da Forma Correta: http://bit.ly/2xd9df8 Acesse e descubra agora: http://bit.ly/2xd9df8 Conheça mais vídeos: 10 dic... espero que as dicas adiantem galeraaa!! caso vcs queiram mais vÍdeos assim, deixem aqui nos comentÁrios ok? nÃo esquece de mandar desafios! amo vocÊs!!! ️ __... Para acessar + Mensagens Infaíveis: https://santopapo.com.br/a-mensagem-impossivel-de-ser-ignorada/ Faça parte do nosso GRUPO VIP! https://www.santopapo.com.... HOMENS, saibam elogiar uma mulher. Nesse vídeo eu tento ajudar vocês a elogiar a gata pra ela ficar na sua haha Se inscrevam e curtam.. Contato: canaldabicon... Hi, aqui é a Sara Liliam! Hoje eu vou te mostrar 9 elogios que TODO MUNDO gostaria de ouvir em Inglês. Gravei este vídeo com muito carinho, porque eu sei que... Nesse Vídeo Você Vai Aprender: 5 'Simples' Tipos De Elogios Que Todas As Mulheres Amam Receber *Como Elogiar Uma Mina ═══ Gratuito ═══ 👉Video Na Prática Como... Descubre los 10 Elogios inteligentes que derriten a cualquier mujer. Si no sabes como elogiar o piropear a una mujer, en este vídeo te comparto 10 maneras de elogiar a una mujer con inteligencia. APRENDAM quais os 7 tipos de elogios que as mulheres adoram. Use essas dicas para aprender como elogiar uma garota da maneira correta. ⚠ Confira mais vídeos você aprender mais sobre SEDUÇÃO Descubra 5 coisas que elas querem que você faça na cama! ... Como conseguir uma super ereção com a ajuda de uma toalha - Duration: 6:20. Cátia Damasceno 1,810,058 views.