Namoro de pessoas atraentes

Baixe fotos Amantes atraentes e modernos se beijando na natureza de 323700926 sem royalties da coleção do Depositphotos de milhões de fotos, imagens vetoriais e ilustrações premium de alta resolução. Quando se trata de namoro, ambos os sexos preferem um parceiro não-conformista, um novo estudo constata. Embora a maioria das pessoas saiba que um homem rebelde é sexy; os resultados derrubam a suposição comum de que os homens preferem mulheres que cumprem as regras.. As mulheres no estudo calcularam que o traço de personalidade de conformidade iria atrair os homens, mas isso não aconteceu. Famosos sexy casados com pessoas menos atraentes - Jesse Williams O ator de 'Anatomia de Grey' casou com Aryn Drake-Lee em 2012, depois de um namoro de longos anos. Scruff é um aplicativo de namoro que você pode usar para conectar-se com pessoas que estão próximas ou mesmo em todo o mundo. Com mais de 12 milhões de usuários à procura de possíveis datas nesta rede social, você terá acesso aberto a boa parte do pool de namoro de homens gays, bissexuais, trans e queer. Beleza como ilusão de mais opções. De acordo com a líder da pesquisa de Harvard, Christine Ma-Kellams, pessoas atraentes estariam mais sujeitas a rupturas e divórcio porque têm menos força de vontade para manter um relacionamento saudável.Segundo as estudiosas, a beleza daria a ideia de que há mais e melhores opções de escolha fora do namoro e do casamento atual. As pessoas às vezes cedem à tentação de alguma coisa emocionante e nova, mesmo que de outro modo vivam felizes. 'Vivemos em um mundo de estímulos constantes aos nossos sentidos. Segundo a líder da pesquisa, Christine MaKellams, pessoas atraentes estariam mais propensas a términos e divórcio porque têm menos força de vontade para manter um relacionamento saudável. Segundo as estudiosas, a beleza daria a ideia de que há mais e melhores opções de escolha fora do namoro e casamento atual. Aqui terá a oportunidade de visualizar perfis de atraentes solteiras e solteiros de Moçambique e comunicar com eles. E o melhor de tudo: eles querem o mesmo que você, ou seja, alguém com quem estabelecer uma relação de namoro. Para começar a descobrir quem são essas pessoas, terá primeiro de se inscrever no Namoro Moçambique. Isto é um grande equívoco. E, felizmente, os introvertidos não precisam ser transformados em pessoas excepcionais, incrivelmente atraentes pela multidão popular e extrovertida. Eles já são. Os introvertidos são pessoas incrivelmente atraentes, eles apenas normalmente não depositam sua grandiosidade em exibição para que todos vejam. 1. Segundo a líder da pesquisa, Christine MaKellams, pessoas atraentes estariam mais propensas a términos e divórcio porque têm menos força de vontade para manter um relacionamento saudável. Segundo as estudiosas, a beleza daria a ideia de que há mais e melhores opções de escolha fora do namoro e casamento atual.

Tinder

2020.09.11 03:24 ederald0 Tinder

recentemente um amigo tem usado bastante aplicativos de namoros e estou pensando em usar, ando querendo conhecer pessoas já que meu ciclo social não é tão grande, mas tenho um grande receio de não ser atraente pra alguém, recomendariam usar esse tipo de coisa?
submitted by ederald0 to desabafos [link] [comments]


2020.08.25 08:53 abacatecomfarofa Não consigo parar de pensar na minha cunhada!! Que droga! Ajudem!

Olá tenho 23 anos e namoro e namoro a 7 anos com a minha namorada conheço ela a mais de 11 anos, ela é bonita, fitness,amável e etc...,e ela tem uma irmã que é extremamente mimada, vive dando patada em todo mundo é um tanto quanto egoísta, ela tem 18 anos e eu não sei pq eu não consigo tirar ela da cabeça, isso começou esse ano quando vi ela de cropet( é tipo um sutiã que parece uma faixa, me corrijam se eu estiver errado meninas ) e um shorts curro, visualmente falando ela faz o meu tipo de mulher completamente, ela é extremamente atraente pra mim por outro lado a personalidade dela é horrível, além disso eu amo minha namorada já passei por muitas tentações mas essa tá osso, fora que eu me sinto mal de desejar a irmã da minha namorada, eu queria muito só pensar nas pessoas pelo interior e não sentir desejo carnal por ela, mas simplesmente não consigo e olha que ela não me dá a mínima moral (grazadeus) eu tenho medo de um dia isso der merda, alguém pode me dar um conselho ?
submitted by abacatecomfarofa to desabafos [link] [comments]


2020.08.16 20:32 AltinoAlagoinhas Amizade, Sexo E a escolha das Mulheres.

Ok, textão pq eu não tô sabendo organizar essas ideias na minha cabeça.
Primeiramente, eu sou um cara relativamente "presença" eu tenho 1,89 de altura, isso é relevante pois aqui na cidade onde eu vivo o caras não são tão altos e isso combinado com eu ser jogador de Vôlei em uns times amadores por aqui, meio que me dão uma certa vantagem em conseguir atenção de mulheres. Eu não tenho talento suficiente pra ser profissional e altura não é tudo, mas eu gosto de jogar.
Recentemente meu namoro acabou e eu comecei a refletir mais sobre minha posição e atitudes e como eu sou percebido por homens e mulheres e se isso esta me impedindo de manter um relacionamento solido.
Do ponto de vista dos meus amigos homens, eu tenho a vida que eles pediram a Deus e não ganharam na loteria. Eu tenho relacionamentos bem curtos,, variando de semanas a meses, onde esse ultimo foi o mais longo uns 10 meses e o Covid foi o que provavelmente deu essa vida extra. E nesses períodos sem relacionamento eu sou um tanto quanto bem eficaz em conseguir sexo casual(digo não mais que algumas transas com cada pessoa).O que desperta uma certa inveja nos caras, eles me elogiam e brincam, mas eu sinto o tom de rancor escondido por trás das brincadeiras e que as vezes escapam quando eles estão mais alcoolizados.
Uma vez eu cometi o erro de tentar animar um camarada que tava sofrendo depois de uma serie de rejeições, ele veio com "tu pega todo mundo e eu não pego nem as sobras" e tentei dizer algo assim "Calma, isso não é uma competição,qualquer hora vc se da bem,podia aproveitar pra malhar um pouco e etc". Pra que eu fui dizer isso, o cara ficou em tempo de chorar de raiva,"Não é competição pra vc que é um gigante e as mulheres fazem fila, nenhum treino no mundo vai me deixar mais alto ou bonito". Na hora eu não entendi o que eu falei de errado, depois eu vi que ele entendeu o que falei como pena pela inabilidade dele de conseguir atrair mulheres.
Aqui eu tenho que dar um contexto, aqui no meu circulo de amigos,talvez essa cidade (não tenho como saber), tem essa crença entre os homens que é mais fácil transar de cara(logo nos primeiros encontros) com uma mulher que não gosta de vc, mas te acha sexualmente atraente do que se ela tiver intenção de te namorar, a logica por trás disso é que ela pode sentir desejo pelo cara, mas não gosta dele como pessoa ou acha que vai ser traída o que deixa ela livre pra "dar" de primeira sem se preocupar se o cara vai perguntar se ela chegou em casa bem no dia seguinte. E tem os caras que elas tem intenção de criar algo solido e esses vão ralar pra levar elas pra cama,pois elas tem medo de ser vistas como fáceis. No geral nunca me importei com isso pq com o tinder outros app e o modo mais agressivo que as mulheres se aproximam de mim faz essa teoria soar muito machista e produto de ressentimento de caras rejeitados.
Mas ai uma semana atras, essa conhecida minha da academia começou a falar de amizade e sexo e então descobri que ela é lésbica, e na conversa ela disse que era opção pessoal dela nunca se envolver com amigas que ela não quisesse perder, mesmo existindo o conceito de amizades com beneficio(que ela abomina) e tal ela só se relacionou com 2 "amigas" que ela não se importava em cortar relações,o argumento dela é que relacionamentos sexuais dificilmente acabam amigavelmente e ela não quer correr esse risco com amigas que ela preza muito.
Enfim, essa duas ideias tão se chocando na minha cabeça agora, pq eu tô achando que eu sou vitima disso, que as mulheres já se aproximam de mim achando que vai ser só pra passar uma chuva(com medo de ser traídas ou simplesmente não gostam da minha pessoa mas me acham atraente).O que meio aponta pra ideia dos caras, nesse últimos 3 anos eu tive muitos casos de "uma noite" onde eu nem sei se fiquei no final da lista de contatinhos delas. Eu não uso Apps de encontros onde ´sexo casual é supostamente a norma, Meus encontros são sempre da academia, trabalho, cursinho e etc. O que deveria facilitar relacionamentos sólidos.
Eu sei que um relacionamento depende de inúmeros outros fatores, mas se os meus ja começam com data pra expirar, vale a pena investir nisso?
É isso, quem leu até aqui sem ficar entediado agradeço, quem se decepcionou foi mal. só precisava escrever pra tentar organizar melhor minha mente, pq segunda eu volto ao batente.
submitted by AltinoAlagoinhas to sexualidade [link] [comments]


2020.08.05 02:15 waifuotaka O dia que tomei o pior termino de namoro da minha vida

Olá Luba, turma e o resto (to com preguiça de escrever). Eu sou uma pessoa meio atraente e sempre chamei atenção, só que eu sempre curti uma guria chamada Lívia, ela eh incrível e engraçada e nós gostamos um do outro, e como eu sou um pouco tímido, nunca tive aquela coragem pra se declarar, bom, até semana passada (éramos amiguinhos coloridos kkk), estava tudo bem até que chega uma mensagem da minha ex-sogra que acaba comigo (obs: ela já sabia do nosso namoro), a mensagem dizia: vc eh a pessoa que eu mais odeio Vinícius, vc eh um completo inbecil que n eh cristão (outra OBS: eu sou cristão, e isso prova que minha ex sogra n sabe nada da minha vida), e aí eu fui bloqueado, mas eu tinha uma solução de comunicação, o telegran, e perguntei oq aconteceu, ela respondeu com: vc me trai e n sabe oq aconteceu. Ou seja, perdi minha namorada, minha ex sogra mentiu pra ela e eu tô tentando me explicar pra Lívia
submitted by waifuotaka to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.16 16:52 fobygrassman HAPPN PARA CASADOS

HAPPN PARA CASADOS App para infidelidade casada e encontros discretos. Curta um caso agora!
Happn App para Casado. Infidelidade simplificada De uma dona de casa traidora real
DESCUBRA O APLICATIVO TRAIÇÃO MELHOR QUE A FELICIDADE Hoje em dia, com o Happn e outros aplicativos de namoro sendo usados, as mulheres estão mais abertas a encontrar parceiros on-line e a ter relacionamentos casuais e uma noite só ”
Mas e se você for casado ou noivo?
Você ainda pode usar o Happn?
A RESPOSTA É NÃO. Não use o aplicativo Happn se você é casado, você será pego 100%
Se você deseja que o Happn já esteja lá antes de se casar, leia isso! Porque existe um aplicativo Happn anônimo projetado para pessoas casadas. Happn requer seu perfil no Facebook. A Happn usa seu perfil pessoal do Facebook para criar seu perfil na Happn !! A Happn USA SEU NOME E IDADE NO FACEBOOK! Além disso, o Happn é tão amplamente usado, mesmo que você decida se inscrever na sua conta do Facebook, seria apenas uma questão de tempo até que um dos amigos solteiros de sua esposa o veja no Happn e o expulse. Você não pode carregar fotos discretas no Happn e espera se envolver com nenhuma mulher, porque existem milhões de homens com fotos de rosto inteiro com as quais você está competindo. Então, isso significa que, se você é casado ou noivo, não pode usar o happn app? Felizmente, existe um "Happn casado" e é assim que funciona
ASHLEY MADISON É UM PEDIDO PARA TRAIDORES CASADOS QUE FUNCIONAM EXATAMENTE COMO A HAPPN APP. Ashley Madison foi criada exclusivamente para traidores. Uma grande porcentagem de usuários é casada e há "destruição mutuamente garantida". Ou seja, se alguém o vê no Ashley Madison (Happn por trapaça), ele não o denuncia, pois precisaria explicar por que ele estava no site. Ashley Madison funciona perfeitamente no seu telefone da mesma maneira que a Happn. Você pode ver os usuários próximos a você ajustando o raio da pesquisa. O Happn para casais tem recursos adicionais que o Happn não possui, criados para mantê-lo 100% seguro e discreto. Ashley madison permite que você se inscreva sem verificação de e-mail, o que significa que você pode dizer que outra pessoa usou seu e-mail e que você não tinha ideia. A Happn obriga a usar seu perfil do Facebook com seu nome real e idade no seu perfil. Ashley Madison possui um assistente de foto que permite colocar uma máscara no rosto ou desfocar a imagem para que você não possa ser identificado. Os usuários de Ashley madison são muito mais compreensivos quando você tem apenas fotos discretas disponíveis. Se você tentasse isso no seu Happn, obteria zero correspondências. Ashley Madison também oferece uma galeria privada onde você pode armazenar suas fotos e conceder e revogar o acesso aos usuários a qualquer momento. No Happn, todas as suas fotos podem ser visualizadas ... por qualquer pessoa ... a qualquer momento! Ashley Madison tem um site para dispositivos móveis muito rápido, para que você não precise baixar um aplicativo para o seu telefone. Isso é especialmente útil para pessoas cujos parceiros geralmente têm acesso ao telefone. O Happn é apenas um aplicativo que você precisa baixar para o seu telefone. Ashley Madison é 100% grátis para mulheres, o que garante uma base de usuários feminina ativa e envolvente. Happn cobra homens e mulheres.
Se você quer toda a diversão e emoção de Happn, mas é casado ou tem um relacionamento, você definitivamente deveria tentar Happn for Married: Ashley Madison.
O QUE É A GERAÇÃO "HAPPN"? Devido a aplicativos como o Happn e outros, as mulheres são mais promíscuas do que nunca.
Antes do Happn, apenas um dos meus amigos usava qualquer site de namoro. Ela só saiu em 3 encontros ao longo de 2 anos. Mas desde que Happn, todas as minhas amigas têm um perfil e o estão usando ativamente! Graças à Happn, as mulheres agora estão confortáveis ​​e com experiência em namoro online e abertas a conhecer homens online. O namoro on-line agora é a maneira número 1 pelas mulheres encontrar homens para encontros.
EXPIRADO EM SEXO CASUAL Eu tive muitos encontros no Happn e aplicativos semelhantes, e todos os meus amigos também. Depois de ter seu primeiro encontro casual e perceber que uma noite divertida, apaixonada e emocionante é apenas um aplicativo, você não será privado.
A "GERAÇÃO HAPPN" É AGORA A FAIXA ETÁRIA DOS RECÉM-CASADOS. As mulheres que usaram o Happn entre 20 e 30 anos de idade estão casadas há anos e “o período da lua de mel está acabado. Eles estão ficando insatisfeitos e querem um caso. Muitos de meus amigos que usaram o Happn estão agora, casados, noivos ou em relacionamentos de longo prazo; Adeus Happn diversão e Olá compromissos de longo prazo.
ELES SÃO NOSTÁLGICOS POR SUA JUVENTUDE SEXY Agora sou um dos meus únicos amigos que ainda são solteiros e posso honestamente admitir que meus amigos casados ​​(especialmente aqueles que estão casados ​​há muito tempo) sempre me dizem como tenho sorte e o quanto eles sentem falta da diversão de encontros on-line. Happn para casados
A LUA DE MEL ACABOU Depois de um tempo casado, o sexo e a paixão desaparecem. Todos os meus amigos dizem que sentem falta da validação e do entusiasmo que têm de combinar caras atraentes. O Happn não é mais uma opção Todos os meus amigos casados ​​dizem que adorariam usar os aplicativos de namoro novamente. No entanto, se o fizessem, seus maridos descobririam muito rapidamente. A Happn e outras aplicações usam o facebook para gerar seu perfil. Happn mostra amigos em comum, seu nome, idade. Sites como ashley madisn estão vendo um grande aumento de usuários e um grande aumento de mulheres. Os aplicativos de conexão Happn e similares se tornaram um campo de treinamento para mulheres. Eles são treinados na arte do sexo casual e do namoro on-line e procuram ter encontros infiéis agora!
submitted by fobygrassman to TinderParaCasados [link] [comments]


2020.07.16 16:28 fobygrassman ENCONTRE MULHERES CASADAS, PORÉM CARENTES ESTA NOITE

ENCONTRE MULHERES CASADAS, PORÉM CARENTES ESTA NOITE Descubra como acessar e conhecer mulheres casadas porém carentes em apenas 10 minutos
Casadas Carentes: As 5 melhores maneiras de conhecer casadas carentes em menos de 2 horas Escrito por uma dona de casa traidora real.
Casadas carentes são mulheres presas em relacionamentos de longo prazo não satisfeitas com o atual companheiro. O marido não a dá a atenção que ela merece, não a faz se sentir sexy, desejada, ou como um dia a fez sentir. Ela carece afeto, tesão, ou mimos. Elas sentem falta destas coisas, e tem desejos de procurar homens que ajudem a satisfazer estas necessidades para ela.
O QUE FAZ UMA MULHER CASADA SER CARENTE?
Há vários fatores que levam ao sentimento de carência de mulheres que conseguiram se manter em relacionamentos por tempos prolongados. Alguns destes fatores são:
• Vida sexual insatisfatória, onde não há tesão ou paixão. O marido não se preocupa com o que a mulher sente, só pensa em si, sem romance, sem preliminares, e sem posições diferentes. Parece um ato que tem como finalidade apenas fazer o marido se satisfazer, depois virar para o lado e dormir. • O homem não parece mais ter tempo para a esposa. Trabalha muito, chega em casa tarde, e está cansado demais para qualquer coisa nova, diferente ou divertida. Arruma tempo para jogar futebol com os amigos no final de semana, vai a bares com os colegas depois do serviço e chega em casa tarde e vai direto para a cama. A mulher não se sente mais importante.
• Não é tratada bem pelo marido. Não é apenas deixada de lado, mas ainda é ofendida por certas atitudes do marido. Ele briga, xinga e a ofende. Não a respeita, como deveria, e ela sente aquela vontade de sentir aquilo que um dia ele ofereceu: carinho e afeto.
• Ela quer novidade. Ela ficou com o mesmo homem por muito tempo, e já sabe tudo que ele faz e vai fazer. Na cama é tudo rotina, o beijo é sempre o mesmo, a cama é sempre a mesma, as personalidades são sempre as mesmas. Ela só quer sentir alguma coisa diferente depois de tantos anos, precisa de algo que a lembre que está viva.
COMO CONHECER CASADAS CARENTES?
Agora que você sabe como casadas carente se sintam, você deve estar se perguntando como conseguir encontrar uma, para a ajudar a satisfazer suas necessidades. Será que há algum lugar onde elas ficam mais concentradas, dispostas a serem abordadas por um estranho? Será que dá para encontrar alguma em algum bar pela cidade, pronta para ser conquistada? Boa sorte, mas isto vai ser difícil desta maneira.
Mulheres nesta situação, mesmo que carentes e com vontade de experimentar coisas novas, ela não quer se colocar em posições comprometedoras ou em risco de ser pega ou descoberta pelo seus maridos. Elas geralmente são mais tímidas, e não teriam tanta coragem, pois são mulheres que geralmente estão em relacionamentos com mais de 5 anos, e está fora do jogo de namoro há muito.
Mas vamos dizer que ela tivesse a coragem de ir na cidade e ir para algum bar, para ver se algum homem a abordasse. Como você distinguiria uma casada carente e uma que simplesmente quer se divertir no bar com as amigas, ou apenas beber. É muito risco para você como um homem abordar uma mulher de aliança.
Existe um local perfeito para encontrar casadas carentes: Ashley Madison. Site reconhecido internacionalmente como melhor ferramenta de traição.
ASHLEY MADISON
O que a Ashley Madison oferece que outras alternativas não oferecem para encontrar casadas carentes? Será que casadas carentes realmente usariam um site deste?
A Ashley Madison é uma gigante no oferecimento de oportunidades para traição. Já reuniu mais de 50 milhões de usuários em todo mundo, um dos sites mais populares do mundo. Isto não é só no mundo, no Brasil também tem uma presença muito grande, chegando a quase 2 milhões de usuários, esperando outros 1 milhão até 2020.
Tem duas coisas que a Ashley Madison oferece que garante a vinda de casadas carentes. Primeiramente é a discrição. Como foi explicado anteriormente, mulheres nesta posição não querem ser colocadas em situações comprometedoras, nem em risco desnecessário. A Ashley Madison tem múltiplas ferramentas inovadoras que oferecem uma discrição garantida como: não precisar confirmar seu e-mail no cadastro, assistente de fotos patenteado que permite borrar fotos públicas, permitindo a visualização de uma galeria privada a apenas pessoas que elas concederem acesso, podendo ser revogado a qualquer momento.
Outra coisa muito atraente a mulheres é o custo para elas. A Ashley Madison concede acesso gratuito às mulheres. Elas tem acesso a toda função do site, sem ter que pagar. É óbvio que isso chamaria a atenção de casadas carentes. Elas não teriam que justificar gastos a seus maridos posteriormente.
DICAS PARA CONHECER CASADAS CARENTES NA ASHLEY MADISON
Segue as seguintes dicas, e você vai se ver encontrando múltiplas mulheres desejando atenção ou outras coisas que você pode oferecer a elas.
  1. Inscreva-se! Uma ferramenta reconhecido pelo mundo todo como forma eficiente de encontrar parceiros para traição. Junte-se a Ashley Madison e tenha acesso a uma multidão de mulheres casadas e carentes.
  2. Navegue pelo site, e por todas as mulheres no site, procurando alguma que te interesse. Veja o perfil dela e inicie uma conversa, de forma adequada, gentil e cavaleira. Não seja agressivo, nem estranho, nem genérico. Deixe claro suas intenções e a dá a atenção que ela carece. Preste atenção no que ela diz e o que ela deseja, e a partir das reações dela, vê como pode prosseguir. Se quiser deixar a conversa mais sexual, tenha moderação. Não comece de forma sexual, vai elevando o calor da conversa de forma gradual, sempre levando em consideração a reação dela.
  3. Monte um perfil decente. Dedique bastante tempo a seu perfil, ele será uma das primeiras impressões dela de você. Quanto mais tempo e atenção der ao seu perfil, maior a chance de casadas carentes se interessarem em você.
Agora que você sabe como encontrar e conhecer mulheres casadas carentes perto de você, entra na Ashley Madison e encontre uma em até 10 minutos!
submitted by fobygrassman to casadas_traindo [link] [comments]


2020.06.29 08:39 breno1302 Sobre a falta de desejo sexual

Eu namoro uma menina tem pouco tempo, mas antes éramos melhores amigos e sinto que tenho 100% de intimidade com ela. Acontece que, por algum motivo, ela rejeita qualquer coisa sexual comigo, qualquer tentativa minha ela corta, já pedi semi nude e coisas do gênero e ela nunca faz questão de enviar, sim, nem uma foto da bunda. Não é nada religioso e ela não é virgem, odeio usar o termo, mas ela era bem "promíscua", no sentido de ficar com várias pessoas numa noite/dar no primeiro dia. Nada contra isso, acho super bacana e sou bem liberal. Isso tá me entristecendo bastante, já que esse aspecto sexual é importante em qualquer relacionamento, além de me culpar por pensar que não sou atraente o suficiente pra ela. Também não quero pressionar ela a nada, não sei o que fazer.
submitted by breno1302 to desabafos [link] [comments]


2020.06.29 08:23 breno1302 Sobre a falta de vontade.

Eu namoro uma menina tem pouco tempo, mas antes éramos melhores amigos e sinto que tenho 100% de intimidade com ela. Acontece que, por algum motivo, ela rejeita qualquer coisa sexual comigo, qualquer tentativa minha ela corta, já pedi semi nude e coisas do gênero e ela nunca faz questão de enviar, sim, nem uma foto da bunda. Não é nada religioso e ela não é virgem, odeio usar o termo, mas ela era bem "promíscua", no sentido de ficar com várias pessoas numa noite/dar no primeiro dia. Nada contra isso, acho super bacana e sou bem liberal. Isso tá me entristecendo bastante, já que esse aspecto sexual é importante em qualquer relacionamento, além de me culpar por pensar que não sou atraente o suficiente pra ela. Também não quero pressionar ela a nada, não sei o que fazer.
submitted by breno1302 to sexualidade [link] [comments]


2020.06.07 21:15 castielking17 Nunca beba corote:

Olá luba, editores, papelões decapitados e turma que está a ver.
É longa, mas espero que goste
Obs: sou de manaus
Minha história começa quando eu terminei o meu namoro (que era totalmente abusivo), bom... Meus melhores amigos e eu sempre saímos para festas todo final de semana (antes da pandemia) só que eu era o responsável por eles, até essa bendita noite. Nesse dia eu terminei com minha namorada após descobrir que ela tinha me traído e como já disse ela era muito abusiva (não gostava de sair comigo e não queria deixar eu sair com meus amigos) então fui pra uma festa que a entrada era de graça e teria vodka liberada a noite toda ou seja ia ser muito zuado, chegando lá encontramos uns amigos da minha melhor amiga e lá havia um casal (fulano e fulaninha) e a amiga da fulaninha estava com ela (detalhe ela era lésbica), a ex da minha amiga também estava lá que é super gente boa. A festa estava Rolando e tals aí eu comecei a olhar em volta pra ver se via alguém atraente para eu dar em cima não vi ninguém de interessante e acabei focando na conversa da mesa até que o casal começou a dançar e a amiga da fulaninha começou a falar mal do casal
Amiga - "eles se conheceram semana passada e ela já tá ficando paranóica com ele, achando que ele vai ficar com alguma por aí" Eu - ah, normal ela ainda não tem muita confiança nele (mas, na minha cabeça tava "espero que dê merda pra eu consolar ela).
Aí meu amigo que estava em outra festa e nos chamou pra lá, fomos só que era uma festa de inauguração então estava lotado, mal dava pra se mexer e eu estava sem muito dinheiro e a bebida mais barata era o corote de blueberry, eu comprei e é uma dlc só que... Meu melhor amigo e eu começamos a conversar sobre o meu término e eu comecei a ficar puto pq eu comecei a lembrar de tudo e comecei a beber mais rápido e virei o primeiro corote de uma vez (um corote já me derruba) foi então que eu pedi outro e todo mundo queria voltar para a outra festa que a gente tava (ficava uns 10 minutos apê), eu já altamente bêbado e meus amigos que não precisam ficar bêbados pra ser atentado começamos a tocar campanhia das casas pelas ruas até que em uma casa tava tendo uma festa e a gente começou a gritar na frente e um cara saiu da festa e a gente saiu correndo e eu tinha comprado um sapato branco da Adidas (eu acho) que me custou uma grana e na correria eu acabei pisando em uma poça e sujou todo o meu tênis (BRANCO, NOVO E EXTREMANTE CARO) já mais puto ainda eu cheguei na festa aonde estava os amigos da minha amiga. Chegando lá minha ex me mandou msg me pedindo desculpas e eu falei "eu tô muito porre agora deixa pra conversar quando eu tiver sobreo" aí ela começou a dizer coisas do tipo "tu já tá ficando com outras pessoas?", "Ficou com a tua melhor amiga". Então começamos a discutir por msg eu bloqueei ela e fui pegar mais cachaça só que no bar a gente ficou esperando o pessoal servir a gente e tinha uma mesa aonde as pessoas fumavam narguilé e na mesa estava o fulano, mas a fulaninha não e... Ele tava com a beijando outra menina foi então que eu pensei "minha chance" eu saí do bar e a fulaninha tava vindo na minha direção eu agarrei ela e falei bem baixo no ouvido dela "teu namorado tá te beijando outra menina lá dentro e vc não vai querer ver isso" e ofereci bebida pra ela ou seja tinha acabado de destruir um relacionamento, e minha ex namorada começou a me ligar eu sair da festa e comecei a gritar com ela pelo telefone chinguei ela de tudo que era jeito perdi as contas de quantas vezes chamei ela de puta e voltei pra festa pq tinha começado a chover eu peguei uma cadeira e comecei a beber na chuva até que minha amiga me chamou pra dentro do bar e eu entrei me sentei em uma cadeira e dormi e em volta de mim estava os meus amigos conversando e o meu amigo tava conversando com um amigo dele e eu não sei oq me passou pela me cabeça que eu gritei o "tals" tá dando em cima da "mulice" (essa "mulice" era namorada do amigo dele) ou seja.
Estraguei um sapato novo, encomodei uma vizinhança inteira, gritei com minha ex (que hj é minha amiga) na festa, "destruí" um relacionamento (a fulaninha ficou com a ex da minha melhor amiga) Quase perco meu melhor amigo, fora que eu ainda tentei beija minha melhor amiga, e fiquei jogado na festa oq rendeu bastante fotos, até hj não lembro como voltei pra casa.
submitted by castielking17 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.27 21:21 Margaridadayse Como saber se você realmente ama alguém?

Tenho 25 anos e meu namorado 26. Nós já estamos juntos a 10 anos e eu sinto que amo ele, mas como ter certeza disso?
No começo do nosso namoro ele era bastante problemático, tinha rompantes de raiva e até a avó dele chegou a me falar para terminar com ele. Ele nunca dirigia a raiva dele para pessoas, mas para objetos. Quebrava o controle da televisão quando não estava funcionando direito ou esmurrava o portão quando não encontrava a chave. Esse comportamento me assustava um pouco e nessa época eu falava para mim mesma q nosso namoro era só algo passageiro e eu terminaria a qualquer minuto se ele dirigisse sua ira contra mim.
Diversas vezes no nosso relacionamento nos discutíamos ou brigavamos e eu sentia q ele não seria a pessoa com quem eu passaria a minha vida. Ele me falava palavras ferinas e eu revidava emocionante e ele me pedia desculpas. Eu continuava diminuindo meus sentimentos por ele e isso de certa forma me ajudava a pensar q estava no controle e q eu estaria pronta para terminar se as coisas ficassem mais ruins ou se passassem de limites q eu estabelecia internamente.
Com o passar do tempo ele foi diminuindo os comportamentos negativos e aumentando as qualidades.
Nós sempre nos apoiaiamos nos estudos. Crescemos intelectualmente juntos, passamos pelo vestibular, pela universidade e até pelo mestrado mais ou menos na mesma época e nos apoiando mutuamente.
Ele é a pessoa com quem mais consigo me abrir. Mais até do q com minha própria mãe. Se abrir para com os outros é uma questão problemática para mim, mas consigo falar sobre tudo com ele, no entanto, sinto necessidade de falar sobre nosso relacionamento com alguém de fora, por isso estou usando esse app.
A primeira relação sexual de nós dois foi um com outro e ele sempre foi muito respeitoso quanto a isso. O sexo entre a gente hoje é maravilhoso. Fazemos com muita frequência e é sempre muito bom, nós dois conseguimos gozar e sentir prazer. Sei q pode parecer estranho, mas ele é a única pessoa pela qual eu sinto desejo, não tenho interesse por nenhum outro homem e quando observo outras pessoas olho sempre para as mulheres e nunca para os homens, mas não acho q seja lésbicas, não sinto desejo por mulheres, simplesmente acho as mulheres muito mais bonitas e mais interessantes. Não consigo sentir interesse por nada ligado ao universo masculino e sinto uma forte conexão com tudo q é feminino, sou muito feminina.
Ele me ajudou e me incentivou a aproximar das colegas de universidade q atualmente são minhas melhores amigas. Ele é muito bom em manter amigos. Até hoje ele é próximo dos amigos do ensino fundamental embora tenha feito amigos na universidade. Já eu tinha problemas em manter conexão com as pessoas e ele me ajudou com isso.
Minha família gosta muito dele e a família dele gosta muita muito de mim. Minha mãe trata ele como um filho (se preocupa qnd ele está doente, cozinha mimos qnd ele visita etc) e a família dele faz o mesmo por mim.
No nosso dia a dia nós somos muito carinhosos um com o outro. Estamos sempre nos tocando e fazendo carícias. Tem hora q simplesmente me pego olhando para ele e sorrindo. Gosto do jeito dele, do cheiro, das expressões faciais e com frequência saio de onde estou e vou onde ele está simples dar um selinho ou um beijo na bochecha ou na testa dele e ele também faz isso comigo.
Ele me faz rir e sei q as vezes ele também me acha engraçada.
Nós temos os mesmos posicionamentos políticos e esse é um aspecto muito relevante para nós. Não conseguiria me relacionar com alguém q não percebesse a gravidade da desigualdade social no nosso país e não se posicionasse políticamente contra isso, por exemplo.
Nós envelehecemos bem fisicamente e atualmente nós somos muito mais bonitos e atraentes do q no início do nosso namoro qnd ainda éramos adolescentes. Eu cresci, aprendi a me arrumar e me vestir melhor, fiquei mais bonita e sei q ele me acha muito mais atraente hoje em dia, mesmo eu sendo o tipo dele desde o início.
Nós terminamos uma única vez nesses dez anos. Foi um término breve de duas semanas. A briga foi feia, mas quando ele estava arrumando para ir embora ele se ofereceu para me ajudar a apagar o status de relacionamento sério no face q eu não estava conseguindo encontrar e eu ofereci para ele ficar até a manhã seguinte pq não queria q ele perdesse uma reunião com o orientador dele. Então mesmo tendo terminado nós continuamos preocupados um com o outro.
Nossos principais defeitos no relacionamento hoje em dia é q ele não gosta de fazer as tarefas domésticas e eu reajo emocionalmente nas discussões.
No entanto, não sei se por causa dos pensamentos dos anos iniciais eu sempre fico me perguntando se realmente amo ele, se não deveria tentar outros relacionamentos ou viver um pouco solteira. Eramos muito jovens qnd começamos e fomos o primeiro e único amor um do outro e as vezes parece q isso não é certo hoje em dia, q as pessoas devem ter mais experiências amorosas e q seguir a vida toda com a mesma pessoa não é algo q se deva fazer (até minha irmã já me falou algo nesse sentido). Eu acho q amo ele de vdd, já desisti de assumir um concurso para ficar junto dele, mas fico com essa pulga atrás da orelha. Como ter certeza de q amo ele e q devo continuar a investir e manter nosso relacionamento?
submitted by Margaridadayse to desabafos [link] [comments]


2020.03.04 02:50 vitor_af Estou dividido e isso me deixa mal

Olá. Estou em relacionamento q completa 3 anos no próximo mês. Eu não tenho do que reclamar, minha namorada é uma pessoa incrível e nós damos muito bem, mas pra chegar no porto do problema, preciso contar um pouco da minha experiência com relacionamentos e expectativas. Já deixo o alerta de textao e peço desculpas haha.
Sempre fui uma pessoa tímida e que teve dificuldades pra fazer amizades. Com o tempo isso melhorou, mas prejudicou muito nos tempos de escola. Perdi o BV muito cedo, com 11 anos com uma menina q gostava muito, mas o fato de ela não querer nada sério e não nos falarmos mais depois desse ocorrido me destruiu. E pelos próximos 10 anos da minha vida eu não teria coragem de chegar em quase nenhuma garota(nenhuma com sucesso).
Isso me privou de viver muitas coisas a gostaria de viver, e durante toda minha adolescência, ensino médio e faculdade, não me relacionei com ninguém, nem de maneira casual. Até que aos 21 anos tive uma oportunidade com uma garota do meu trabalho, q apesar de ficarmos por uns dias, não foi muito pra frente.
Mas isso me fez tomar coragem pra ir atrás e ver q eu podia tentar. Baixei o tinder e comecei a tentar. Quando estava quase desistindo, já com 22 anos, conheci minha atual namorada. Perdi a virgindade com ela e basicamente aprendi a me relacionar com alguém com ela.
O problema está começa aí. Com quase 3 anos de namoro, as coisas tendem a ficar sérias, e a pressão começa a aumentar. Pais de ambos já falam em casamento, nós já começamos a ver apartamentos, mas eu não sei se eu quero isso. Eu quero estar com ela, gosto muito dela, mas muitas vezes eu me sinto frustrado por só ter tido experiências com ela. E ela, apesar de ser uma pessoa muito especial pra mim, não tem e nunca teve as características físicas q eu acho mais atraentes em uma mulher. Não me levem a mal, acho minha namorada linda, mas as vezes (e frequentemente) acho outras garotas mais atraentes que ela.
Alguém já passou por isso? O q fez nessa situação? As vezes sinto q estou nesse relacionamento mais por causa dela e por comodidade do que por um sentimento sincero. Eu não queria q fosse assim. Há alguma chance de eu conseguir vê-la com outros olhos? A aparência é quanto vc acha seu parceiro atraente é tão importante assim num relacionamento?
submitted by vitor_af to desabafos [link] [comments]


2020.03.03 16:43 Sevii_ Normal se sentir sozinho mesmo diante de várias companhias?

Nunca fui bom com amizades, sempre tive poucos amigos e isso herdei do meus anos no fundamental onde eu era o excluído e rebaixado, nutri muito ódio e frustações por 4 anos. (Onde meu Único amigo nequela sala tinha problemas com esquizofrenia e ninguém o aceitava além de mim e acabavam me excluindo por isso).
Mas hoje, 3° ano médio, me encontro vazio e um pouco sozinho, tenho bons colegas porém não me livram dessa solidão e fico meio abatido quando se trata de Amores ou Relações (passei por 2 Namoros antes) pois não acho alguém interessante ou atraente como se não pudesse me apaixonar, porém meus Colegas pegam e conseguem se envolver com outras pessoas numa facilidade e eu fico pensando:
"Por que estou estagnado? sozinho? Estou com algum problema? Ninguém gosta de mim? Por que disso?.."
Talvez seja uma bobagem ficar procurando alguém ou se preocupando com isso. Mas preciso de alguma resposta, se alguém já se achou nessa situação e puder me aconselhar de como enfrentar esse vazio e apatia, Por Favor, eu agradeceria muito.
submitted by Sevii_ to desabafos [link] [comments]


2020.02.28 23:58 An0nCatz Depressão, timidez, privação afetiva, isolamento e frustração.

Antes de tudo, nem sei por onde começar, já começo esse texto dizendo isso, porquê nesse exato momento, me sinto tão deprimido que chego a sentir tontura. Pode ser que falte um pouco de nexo no meio das minhas palavras.

Ultimamente eu não tenho feito muita coisa de bom, não tenho me sentido muito bem e me sinto isolado demais. Não trabalho, mas estudo, faço minha pós-graduação atualmente. Sinceramente, não estou vendo valor nenhum em estar fazendo isso. Sinto que me falta sentido pra fazer essas coisas.
Se eu for falar em sentido da vida, acho que esse desabafo vai se estender pra pontos que eu não quero necessariamente levar, então vou falar um pouco das coisas que me levam ao ápice da frustração.
É um ciclo. Eu sinto que parte desse ciclo tem a ver comigo mesmo e a o outra parte tem a ver com fatores externos (que na verdade, sei que não são tão externalizados assim, mas ok.)
Nesse ciclo, por um lado, eu questiono minhas próprias competências, capacidades de fazer as coisas por mim mesmo. Por outro lado, eu sinto falta de afeto mesmo. Principalmente se tratando de namoro, relacionamentos e afins.
Eu comecei a decair na faculdade/pós por sentir que "nada vale a pena" (vale notar que sentir é diferente de pensar. Eu tenho em mente que tudo vale a pena, mas não me sinto dessa forma.) E parece não valer a pena por eu não ter companhia, afeto, etc.
Sei que "a vida não se resume a buscar validação", mas honestamente, acho que quando algo começa a "gritar dentro de você" de maneira tão espontânea, tão relevante, é porquê tem um peso considerável na sua vida. Acho que nesse caso "resumir" seria ignorar meus próprios desejos e vontades.
Já deu pra perceber a frustração nas minhas palavras, e eu concordo com você se pensou isso. Sim, eu estou frustrado.
A timidez me impede até de formar amizades de maneira mais formais com mulheres. Não me sinto desejado nem como amigo nesse ponto. Também não me sinto bonito. A beleza disso tudo é que parece que tudo isso é só uma aventura na minha própria cabeça. A autoestima baixa nesse ponto parece ser consequência da minha própria visão de mundo, não da realidade em si. Exemplo disso é que já me disseram que sou bonito, mulheres desconhecidas já deram em cima de mim algumas vezes, mas acabei não reagindo. Esses são aspectos físicos. Já me disseram que sou um ótimo amigo, companheiro, que sou alguém "pra todos os momentos" e isso em conjunto de "sentimentos mais românticos", por assim dizer. Essas situações sobre o físico ocorreram presencialmente. As situações sobre personalidade foram ditas por amigas da internet mesmo.

Eu sou bissexual, mas nunca tive nenhum relacionamento hétero que não fosse online. Com homens, já tive a oportunidade de experimentar, simplesmente por ser algo "mais acessível" mesmo. Com mulheres, como eu disse, a timidez não ajuda. E boa parte dessa timidez foram por eventos passados que me fizeram ter mais receio de ser mais aberto com as mulheres, de maneira geral. Em outras palavras, sofri tanto bullying por parte de algumas garotas na época da escola que eu não consegui mais me sentir bem comigo mesmo. Sempre me sinto "feio e sem graça", com receio de que mulheres voltem a praticar esse tipo de coisa comigo (é algo instintivo, mesmo sabendo que cada pessoa é diferente, fico com a guarda alta)
Somado a tudo isso, o senso comum não ajuda. Eu sou alguém que costuma ajudar bastante os outros, independente do gênero, sexo e "grau" (piada tosca, ok.) O ponto é que sempre fico imaginando que não tenho liberdade pra ser mais aberto sem que eu me torne uma pessoa menos atraente, ao mesmo passo que se uma mulher desabafar comigo, me sinto como se fosse uma "obrigação como homem" ajudar. Mas sinto na obrigação de ajudar, mas sinto que não vou ter essa retribuição.
Por último, mas não menos importante, eu tenho um medo EXAGERADO de ser taxado de assediador. Já aconteceu na época da escola de eu ser taxado de assediador por uma menina que eu nem conhecia e que nunca tive em contato. Esse medo existia antes e só piorou nessa época.

Enfim, muita coisa na minha cabeça, sei que o que era pra ser texto virou textão, mas eu precisava falar isso em algum lugar. Acho que o anonimato do Reddit é o mais reconfortante pra isso. Ler um pouquinho desse texto é suficiente pra mim, mas se chegaram até aqui e realmente em o intuito de ajudar, eu agradeço muito, de verdade.
submitted by An0nCatz to desabafos [link] [comments]


2020.01.24 01:31 buzzbuzzmaster O dia em que perdi a virgindade oral

Então galera, um belo dia lá estava eu de saco cheio em casa. Nada pra ver, Netflix aquela coisa, os amigos de férias e eu sozinho. Sem vontade de nada, porém era um sábado, dia nacional da aprontação. Dia de bater perna na rua e ver o que acontece. Pensei, vou sair sozinho. Comigo tem rolo não, vou sozinho pros lugares. Não tenho essa frescura de ui, vão me achar esquisito no cinema. Vou e pronto. Vesti um belo aparato, aquele perfume cheiroso e um cueca nova. Sabe como é né, a primeira impressão é a que fica. Pedi um táxi, aprendam crianças, se beber não dirija ;).
Fui pra uma conhecida boite alternativa. Sabe, aquela galerinha do cabelo colorido, mas que desce até o chão. Curto uma tatuagem, um cabelo curtinho e safadeza, o que em lugares hipsters têm de montão. Daí tô lá pá, num molejo sensual, numa alegria alcoolica quando vejo um xuxuzinho ao longe. Em torno de 1.65, cabelos pretos no ombro, olhos azuis, branquinha. Seios pequenos, mas uma bundinha arrebitada e levemente graúda. Perfeitinha. Hora do ritual do acasalamento, do oi, tudo bem, de dançar e pá.
Ela já tinha dado bola pra mim, então foi só chegar na humildade. Ela tinha uma voz rouca, sensual, parecia interessada. Papo vai, papo vem, mão na cintura, ela vem na tua direção, não tem amiga nenhuma pra aporrinhar. Você e a gata, num papo cabeça 2 da manhã, a música alta, os bêbados em volta. Daí ela chega no seu ouvido e fala "Eu sou uma garota trans, tudo certo pra você?".
Na hora fiquei sem jeito, ela percebeu. Tentei voltar num elogio, pois não sabia o que dizer. Falei algo como, "você é bonita demais, eu nunca diria". Talvez algo pior. Não deve ter sido ofensivo pois ela não me ignorou e nem nada. Só sorriu. Ela perguntou se eu já tinha experiência com garotas transex e disse que não. Na hora fiquei entre ficar e pedir desculpas e ir embora. Mas tem um problema, sou curioso e sinceramente ela era atraente. Pensei literalmente com a cabeça de baixo.
Daí a coisa rolou. Beijava bem, com vontade. Foi um ótimo amasso, 10/10. E ficamos nessa um tempo, eu estava excitado e tal. Lá pelas tantas senti o pau duro, roçando na minha perna. Brinquei com isso, falei que nunca tinha sentido algo assim e ela me fala algo como "se quiser sentir mais coisas, vamos na minha casa". E completa, "te deixo ser ativo". Fiquei excitado demais na hora, mas tava com um medo, sei lá. Eu já tive curiosidade, mas nunca fui a fundo (hehe) nisso. Pensei se ela era feminina o bastante pra me excitar, transar não seria um problema. E depois eu ia ser o ativo, ora bolas. Disse pras amigas que ia embora com um "amigo", o que sempre significa outra coisa. Chama Uber, uma pegação na espera, entra no Uber, outra pegação só pra constranger o piloto.
Ela morava num prédio legal com os pais. Fazia faculdade, estágio. Algumas pessoas sabiam, outras não e assim levava a vida. Os pais a aceitavam desde sempre, então não era um problema. Eles estavam viajando e ela queria aproveitar a oportunidade. Tinha terminado um namoro longo e tava querendo aprontar. Enfim, chegamos no quarto dela, após uma preparação de 10 minutos no banheiro. Outro agarramento na cama, mão ali, mão aqui, sabe como é. Daí ela abre minha calça, puxa a cueca pra baixo e começa um boquete de primeira. Foi um dos meus top 10, só perde pra minha prima, mas isso é outra história.
Só que ela é boa demais nisso. Peço pra parar um pouco, que eu não queria gozar agora. Daí ela começa um strip-tease. Sento numa cadeira no quarto e ela começa. É magrinha, tem peitinhos de hormônio, nada grande, mas a forma era bonita. Nada de barriga, e tinha uma cintura. Fica de costas e começa a tirar o short. Sabe falsa magra? Pois é. Uma bela bundinha, arrebitada, carnuda, de quem faz agachamento. E senta no meu colo e começa a se esfregar no meu pau, duríssimo. A beijo, acaricio os seios. Daí vejo o pau dela (?): em torno de 17cm, mais pra fino do que grosso e de capuz. Nada de pêlos. Digo que é a primeira vez que vejo um ao vivo. Ela sorri e pergunta se eu não quero pegar. Eu toco nela, meio nervoso e ao mesmo tempo excitado. Começo a acariciar e masturbar. Nada mal, penso.
Então ela se levanta e fica de quatro na cama, nua. Arrebita a bunda e diz pra usar camisinha. Sim senhora, obviamente. Rapaz, foi bom. Eu já tinha comido anuses anteriores, mas ela sabia rebolar e se mover. Tentei ir de leve, pois não queria acabar logo, mas uma hora não aguentei e gozei. Sabe, aquelas bem fortes que parece que tem algo empurrando pra fora, que o olho vira tanto que dá pra ver dentro do crânio. Pois é.
Deitei ao lado. Ela tava com o pau duro ainda. Não tinha gozado. Disse "você pode chupar algo além dos meus seios" e olhou pra baixo. Daí ela me beijou e começou a empurrar de leve a cabeça pra baixo. Na hora só pensei, porra, vou chupar um pau. E comecei a beijar o corpo dela até embaixo.
Quando cheguei lá embaixo hesitei. Ela disse "não precisa se não quiser". Toquei de novo, brinquei com ele, coloquei a cabecinha na boca. Como já tava ali, só podia fazer uma coisa, chupar até ela gozar. O que não demorou tanto assim. Mas foi uma sensação estranha, é como lamber um dedo, mas macio. Algo assim.
Depois eu comi ela mais uma vez, ela gozou sem precisar de meu incentivo bucal. Depois dessa aventura, acabei tendo uma amizade com benefícios com ela. Ela me comeu, mas isso é uma história pra outro momento.
submitted by buzzbuzzmaster to sexualidade [link] [comments]


2020.01.03 16:41 miouga_h Terminei meu relacionamento de 9 anos

Tenho 29 anos e já faz 6 meses q terminei um relacionamento de 9 anos. Sempre fui mto insegura e sofri bullying qnd era adolescente, então minha autoestima sempre foi mto baixa. Nunca tive amigos de vdd, e minha família é mto fechada e me deram uma educação mto rígida (por isso tenho mta dificuldade em expressar meus sentimentos e guardo p mim). Esse meu jeito passivo de ser atraiu mtas pessoas que se aproveitaram de mim em diversos aspectos.
E não foi mto diferente qnd comecei a namorar pela primeira vez. Ao msm tempo q eu fiquei mto feliz, sentia q algo não estava certo. Ele tbm era mto inseguro, mas ele demonstrava isso sendo extremamente tóxico. Ele tinha ciúmes de caras q fiquei no passado, não deixava eu usar certas roupas, não deixava eu passar esmalte vermelho pq dizia q era coisa de prostituta, dizia q eu nunca iria achar alguém melhor q ele, ele pedia dinheiro emprestado q eu tinha guardado na poupança pq ele tava sempre desempregado ou sem dinheiro, e dps nunca devolvia... enfim, teve outros tipos de abuso, inclusive sexual, mas não falo sobre isso c ngm.
Hj eu me sinto mto culpada por ter deixado isso acontecer cmg pq sei q isso aconteceu pq eu deixei. Enquanto namorava não percebia q estava em um relacionamento tóxico, pois ele nunca me bateu ou algo do tipo, e tivemos sim mtos momentos maravilhosos. E eu era tão alienada e burra q achava q td relacionamento era como o meu. Era sempre um ciclo de mto "amor", e dps mto ódio. A gnt terminava por qlqr coisa, pelo menos umas 3 vezes por ano, mas a carência batia mto forte e eu sempre pedia p voltar. Em 2017 ele foi morar em outro país p juntar uma grana, com o objetivo de casar, mas lá ele nunca parava em emprego nenhum e não conseguia guardar dinheiro, e ele só me ligava p reclamar dos colegas de trabalho e q não ganhava bem. Eu já tava ficando de saco cheio.
Enfim, em 2019 e dps de 2 anos de namoro a distancia, eu me mudei de cidade pra fazer uma segunda faculdade. Nesse tempo sozinha e conhecendo pessoas diferentes, finalmente percebi q meu relacionamento era tóxico. Terminei à distância e de forma mto incisiva, pq a gnt já tava tão acostumado a terminar q se eu não cortasse contato com ele a gnt nunca terminaria. E na hr fiquei arrasada, mas mto aliviada. Só q eu fui ficando cada vez mais triste e triste e tive crises de choro por dias seguidos. Fui fazer terapia, mas não ta ajudando tanto. Eu to me sentindo cada vez mais perdida pq dps de tanto tempo namorando, não sei quem eu sou de vdd. Tentei fazer amizade por apps e só fiquei no vácuo. Tds os meus colegas namoram, são casados com filhos, e eu não consigo fazer amizades. Minha família me ajuda mto financeiramente e sou mto grata por isso, mas na parte de apoio emocional é terrivel. O meu ex me isolou de td e de tds. To tentando me recompor sozinha, pq sei q sou a única responsável pela minha felicidade. Mas sinto q o mundo e a sociedade estão cada vez mais individualistas e é mto mais difícil ter laços fortes com as pessoas. Além disso ainda tenho mto medo de entrar em relacionamentos, mas até me arrisquei. Saí em festas com colegas, mas sinto q estou velha e q não sou mais atraente. Além disso, como sou mto introvertida, meus assuntos são meio limitados e não sou uma companhia mto divertida p sair. Além disso, esse ano de 2020 faço 30 anos e estou entrando em uma crise, pq não conquistei nada do que imaginava. Estou solteira, fazendo faculdade ainda, sem filhos. Não tenho amigos, crushes, nada msm. Já pensei em suicídio, mas não tenho coragem. Desculpa o texto gigante, mas precisava desabafar.
submitted by miouga_h to desabafos [link] [comments]


2019.11.30 18:53 PolyglotSam Gosto de um amigo, talvez seja recíproco, mas ele namora, Não sei o que fazer.

Bom, não sei bem como começar um post aqui, é o meu primeiro post, na verdade.
Eu tenho 18 anos, masculino, sou bi e tô num ano infernal onde tudo tem acontecido, de bom e de ruim. No início desse ano, meu 3o do médio, mudei de unidade no meu colégio, fui pra uma sala relativamente nova, pq já conhecia gente lá. O ano começou comigo tendo um crush fodido num menino que eu sabia q iria estudar com, eu tinha quase certeza q ele era bi, nunca cheguei a perguntar, pq com o passar do tempo fui me condicionando a esquecer aquilo e seguir em frente.
Isso seguiu até mais ou menos o meio do ano, mas ter um crush nele não me impedia de ficar imaginando um relacionamentos com outra pessoas da sala, afinal, pensar não mata ninguém, e aquilo me deixava feliz de certa forma. Nisso, um dos casais mentais que eu criei envolvia um amigo meu, que eu comecei a ficar próximo depois das férias de meio do ano, visto que tinhamos um projeto final para fazer e tal, e ele é uma pessoa muito bacana de se conversar, ao meu ver, fisicamente atraente e tal, não dei muita bola pra nada porque: Primeiramente, ele namora, o que em si só já é o primeiro aviso pra manter distância e manter o respeito pelo relacionamento alheio, e além disso ele, por estar namorando uma menina, era hétero, ao menos na minha cabeça.
O que aconteceu pra eu mudar de opinião e começar a criar paranoias na minha cabeça foi: No meu aniversário de 18, esse ano em outubro, faz um mês, eu disse que tava afim de tomar umas cervejas, pq poderia comprar álcool legalmente e tal. Fomos nós dois pro bar que tinha perto da escola depois da aula, sentamos lá, conversamos sobre muita coisa, disse que não tinha chamado ele antes pra uma 'saída' que dei antes, pq ele parecia ser de outro grupo, o grupo dos meninos lá, héterotops, futebol e coisas assim, sempre sem outro conteúdo pra conversas. Ele disse que não, nas palavras dele: "Claro que não", depois disso, eu tava com aquela coragem q o álcool dá e perguntei " Você é hétero?", ele olha pra mim e diz que não, perguntei de novo " Você é bi?", ele respondeu que sim. Essa resposta me deixou surpreso pq foram poucas as pessoas que eu gostei, mesmo que de relance, que poderiam gostar de mim também.
Naquela hora tive que repassar todo o background dele. Q ele não era hétero, como eu pensava, mas que ainda sim namorava, e a namorada dele é o tipo de pessoa incrível, linda, e super alto astral. Respondi ele dizendo que eu também era bi, e a gente continuou a conversa não voltando nesse assunto.
A semana que se passou depois disso foi um inferno pessoal, porque eu admiti pra mim que sentia algo por ele, ao mesmo tempo que eu me sentia horrível por sentir algo por uma pessoa que tá feliz no relacionamento dela, que tá com a vida estável, me senti imoral. Minha ansiedade veio de uma maneira avassaladora, fiquei meio recluso por um tempo, viajando na minha cabeça, pensando em milhares de coisas, pensando se deveria falar pra ele isso, se isso mudaria alguma coisa, se abriria uma possibilidade. Porém quanto mais eu pensava sobre isso, mais eu começava a ter sonhos esquisitos, como se eu estivesse aprendendo algo com eles. Num desses sonhos eu parei num momento onde eu havia dito que gostava dele, ele tinha dito o mesmo pra mim, ele terminou o namoro e então me perguntou "E agora?", sinceramente foi um dos sonhos mais estranhos que eu já tive. Eu achei a resposta q eu tava procurando: Não valia a pena, me arriscar tanto assim, fazer ele arriscar algo ( sem nem saber se era recíproco também).
Avançando um pouco no tempo: segundo dia de ENEM, alguns colegas combinaram de sair depois da prova pra beber e desestressar da merda que foi a prova. Ele tinha ido, eu fui comprar bebida, bebi razoavelmente muito, o suficiente pra eu ignorar tudo que eu tinha construído sobre deixar aquilo de lado e seguir em frente. Esperei o momento onde eu estivesse à sós com ele, e comecei a falar, tudo, absolutamente tudo q eu sentia ( isso td em inglês pq eu n tinha coragem de falar em português, eu já tava alterado nessa hr) por um minuto eu achei q ele só ia perguntar pq q eu tava falando em inglês, mas na verdade ele começou a me responder em inglês. Eu não fazia ideia de que ele falava ingles, eu fiquei tipo: "ok, então quer dizer q vc enteneu tds as indiretas no twitter?", ele disse que sim.
Continuei a conversar, dizendo pra ele que eu gostava dele, q tipo, na minha opinião ele era incrível, que eu tava super afim dele, e que sabia que ele estava namorando, e por isso sabia que nada ia acontecer. Ele tava super tranquilo e falou que era normal, que a gente não controla quem a gente gosta, mas não surtou nem nada do tipo, foi uma resposta totalmente diferente da que eu tinha imaginado. Eu me senti muito melhor depois que falei pra ele, era muito ruim ter que manter aquilo só pra mim, afinal, vamos nos formar em dezembro, talvez não verei ele por muito tempo, que é quase certo. Precisava jogar nessa última chance, tinha q arriscar. Antes de encerrarmos a conversa, pq tinha amigos nossos vindo, perguntei pra ele: "Se você não estivesse namorando agora, vc ficaria comigo?", e ele respondeu que sim.
Eu absorvi a resposta e pensei que, achei q pessoa certa, mas na hora errada. Tô muito triste com isso, mas é um triste pq tudo dá certo pra todo mundo ao meu redor, geral consegue um relacionamento, alguém. Enquanto eu tô amaldiçoado a ouvir Jão e me identificar com as letras de sofrência pro resto da vida. É frustrante. Sei que meus amigos não aguentam mais me ouvir reclamar disso, e sei que se eu continuar reclamando vai ser irritante, eu sei disso. Só queria que, pelo menos uma vez, eu conseguisse ficar com alguém eu eu gosto, e gosto muito.
Desculpa pelo texto longo, eu precisava externalizar esse sentimento, que é uma mistura de coisas positivas com negativas.
submitted by PolyglotSam to desabafos [link] [comments]


2019.10.14 04:24 atthegatesofdawn Não sei mais flertar/conversar

Nos últimos meses eu (H, 20) cheguei a conclusão que não sei mais conversar com mulheres que estou afim. Eu estava num bar a uns tempos atrás, reconheci uma ex colega do ensino médio. Ela me convidou para fumar um cigarro na rua e eu fui, tentei parecer natural enquanto conversávamos, porém eu já estava visivelmente tímido e nervoso, ela deu muito a entender que queria ficar comigo e foi aí que eu quebrei. Eu não sabia o que fazer! Eu podia ter simplesmente beijado ela e ficaria tudo certo! Fiquei em silêncio e ela também, até que ela ficou brava e saiu... Eu fico revivendo isso na minha mente e pensando em todas as coisas que eu podia ter feito, era tão simples, e sei lá, fico me sentindo um merda por isso.
Eu me acho atraente. Porém isso não vale de nada quando você não sabe o que falar.
Outro caso foi com outra pessoa que conhecia da escola, dessa vez ela me chamou no Instagram, comentou um status meu, falando sobre a música que eu tinha compartilhado, era bem óbvio que ela queria conversar. Porém eu achei que ela tinha mandado a mensagem para a pessoa errada(!!!!!?????????) Atualmente ela está namorando e não quero ser pau no cu de atrapalhar o namoro de alguém.
Enfim, isso acontece sempre com mulheres, quando tô falando com algum cara que conheci recentemente posso até parecer um pouco tímido, mas a maioria das vezes não...
Eu sempre tive um pouco desse problema com mulheres mas quando era mais novo eu sabia com agir. Esse problema se agravou muito depois do meu primeiro namoro, porém ele já terminou há faz anos, e, por mais que tenha sido horrível para a minha auto estima, eu me sinto errado por fazer essa ligação entre as duas coisas, é como se eu tivesse botando a culpa dos meus problemas atuais minha ex namorada.
Desculpa pelo texto longo, obrigado se você leu até aqui. =),
submitted by atthegatesofdawn to desabafos [link] [comments]


2019.08.14 23:42 junyfrost Muito angustiado por não conseguir me relacionar mais...

Desde que eu terminei com a minha ex há 7 anos atrás, eu nunca mais consegui me relacionar com nenhuma mulher. Foi um fim de namoro muito traumatizante: na outra semana ela tava com outro cara e, dois anos depois, ela veio me dizer que eu viveria numa eterna solidão. E tudo que ela desejou de mal a mim está acontecendo...
Eu tenho 31 anos. Estou desesperado. Sei que é errado esperar que alguém te faça feliz, mas mesmo assim... é uma sensação de incompletude indescritível... O problema não é conheçer novas pessoas: é não conseguir confiar nelas; não ter esperança de que nutrem algo bom por mim. A minha vida toda meus pais me compararam a vida dos meus primos... todos estão casados, vivendo bem, exceto eu...
Não suporto mais essa dor... não consigo me conformar em viver sozinho pro resto da vida... sei que minha juventude está pra acabar. Logo terei rugas, não serei mais atraente... e quando acho q tenho uma chance a garota me ignora ou me trata como um ser patético, expondo meus problemas emocionais... já tentei ser meu amigo, de gostar mais de mim, mas nada funciona.
EDIT: Obrigado pelas respostas até agora. Mas, se alguém tiver mais a acrescentar, eu gostaria de ouvir...
submitted by junyfrost to desabafos [link] [comments]


2019.07.23 18:19 Ihatepayingtaxes Hoje eu neguei sexo.

À 2 semanas atrás descobri que fui traido pela minha ex, terminei o namoro por causa disso e tentei seguir em frente. Eu sou uma pessoa relativamente atraente e nunca tive muita dificuldade em arranjar mulher, uns 4 dias depois do meu término eu tava transando com uma amiga minha pq pensei q isso me ajudaria a superar o namoro. Foi uma péssima decisão, me senti vazio, horrível, sujo, depois da transa não queria nem olhar na cara dela, queria que ela fosse embora da minha casa logo e só queria ficar sozinho. Hoje tive uma oportunidade de transar denovo e pela primeira vez na minha vida eu neguei, não aguento isso denovo não, quero ficar na minha.
submitted by Ihatepayingtaxes to desabafos [link] [comments]


2019.07.20 04:42 maynagila Autosabotagem

Depois que terminei meu namoro eu só consegui me envolver com uma pessoa. Mas vacilei com ela e perdi a única pessoa que conseguia ter conexão na cama, nos papos, com ela eu sentia vontade de ser melhor, ela é uma mulher forte, inteligente, sexy, atraente, mas dei uma leve vacilada, voltamos a nos falar mas tá mto estranho. Hoje achei um vídeo nosso e bateu uma saudade tão grande dela. Paralelo a esse momento com essa menina, eu conversava todo dia o dia todo com uma menina na Espanha, era mto massa e apesar de não ter mta paciência para conversar em wapp, com ela fluía e a gnt conversava de tudo, eu me sentia super confortável pq sabia que era uma pessoa que eu nunca iria ver, que aquilo tudo não passaria do virtual. Só que em dado momento ela me fala que tá vindo pro Brasil, achei legal o fato de nos conhecermos pessoalmente. Ela veio passamos os 5 primeiros dias vivendo intensamente tudo, entretanto depois de uma semana eu meio que fiquei sem saco e sem vontade de falar com ela e esfriei completamente com ela. Ela fica mandando msgs dizendo que tá com saudade e fico meio que falando outras coisas pq não quero mentir dizendo q eu tb estou. E ela é uma guria incrível, bonita, gostosa, papo legal, menos qndo fica querendo me cobrar as coisas,mas eu só não tô a fim.
Saí com uma menina de Goiânia semana passada e foi incrível e intenso pq eu sabia que no outro dia ela ia embora de Fortaleza e provavelmente nunca mais iria vê-la de novo.
Fico pensando que depois desse meu término, eu fico me sabotando, sempre que tem alguém legal gostando de mim eu faço merda ou crio um bloqueio com a pessoa.
submitted by maynagila to desabafos [link] [comments]


2019.02.15 04:02 4lbtrss Sempre vi com certo receio relacionamento aberto. Hoje estou "obrigado" em um.

Primeiramente, é um desabafo. Segundamente, não comerei o cu de ninguém no fim do texto, nem será início da era das máquinas.
Terminei um namoro de quase dois anos em junho. Um mês depois fiz o Tinder. Um dia recebo no Instagram um print do meu perfil do Tinder de uma amiga. "Amiga". Nós conhecemos uns 10 anos atrás, época de escola. Ela era toda estranha (se bem que eu também) e eu achava ela demais. Diferente. Sempre fomos amigos, eu tinha um certo interesse mas nunca deu em nada. Fim da escola perdemos contato, ela começou a namorar. Eu também.
Após o contato dela, começamos a conversar, saímos, transamos. E que transa. QUE TRANSA, meus amigos (as). O que vou escrever não é muito legal, ou justo, mas é a verdade: infelizmente no meu relacionamento anterior, o sexo era relativamente ruim, simples e essa amiga foi a primeira depois.
E fomos, e estamos nessa pegada a 6 meses. Não namoramos, porém alguns amigos a conhecem por que levo ela a rolês. Um dia a galera comentou "Ahh ta num relacionamento aberto" e essa caralha ficou em minha mente. Não quero. Namorei e não quero namorar, não agora. Ela também diz que não quer. Ela tem muitos defeitos que fariam um relacionamento extremamente complicado.
Pausa para falar do relacionamento aberto - acredito que esse tipo de relacionamento funcione muito bem para alguns tipos de pessoas. Sendo bem generalista, são: mulheres e homens que sejam atraentes/boa pinta. Não é meu caso.
Voltando a história. Até então, o relacionamento seria uma coisa boa. Sexo, uma pessoa pra tomar uma, pra sair, pra me acompanhar. Porém posso procurar outras mulheres. E ela pode procurar outros homens. Aqui que entram dois problemas. Não tenho vontade de procurar outras mulheres (mesmo já tendo tido outras relações nesse período). E eu tenho MUITO ciúmes dela. Ciúmes ou relacionamento aberto, os dois juntos não dá, amigão. Não consigo. Não é o tipo de ciúmes de brigar, argumentar ou discutir. Eu só fico mal. Meio na fossa. Por conta de uma mulher que eu não tenho nada. Hoje ela comentou que iria sair, na hora bateu aquele negócio, aquele aperto. Por que? Óbvio que eu não sei.
Isso não é constante, mas quando vem, é ruim demais. Acho que eu tô num relacionamento que tá me fazendo mais mal do que bem.
Obrigado reddit, so de escrever isso já me sinto melhor.
TL;DR: To num relacionamento aberto que não me faz nada bem.
submitted by 4lbtrss to brasil [link] [comments]


2018.08.20 20:41 cheetosonda Como ser escroto sem ser escroto?

No ano passado eu namorei com um cara. Ele era da minha cidade, mas teve que se mudar por causa da faculdade. Então, nosso relacionamento era a distância. O que eu achava uma merda. Além disso, ele ficou extremamente ausente no nosso relacionamento. A ponto disso me fazer tão infeliz que terminei o nosso namoro. Foi horrível pra mim em vários aspectos, minha auto estima foi pra casa do caralho. Passei a ter muita crise de ansiedade. Me sentia um lixo o tempo inteiro... foi a primeira vez que eu tinha terminado um namoro ainda gostando da pessoa, então foi péssimo. Todo dia eu pensava que nós voltaríamos e que conseguiríamos manter um namoro legal. Esse dia não chegou, enquanto eu estava mais e mais na merda ele mostrava que tava bem pelo Instagram e afins. E isso só me deixava mal. Ele chegou até em um tempo arrumar uma namorada e toda hora tinha foto com ela e os caralho. Coisa que não tinha acontecido comigo. O que me fez sentir mais lixo ainda. Procurei uma psicóloga e ela foi de grande ajuda, aprendi a lidar com a minha ansiedade, com meus problemas de auto estima, enfim, voltei a sentir bem comigo mesma. Há alguns meses atrás nós voltamos a conversar. Porque ele veio puxar assunto. Ele me contou que largou a faculdade e que voltou a morar aqui. E passamos a trocar mensagens no WhatsApp bem esporadicamente. Achei que era só uma vibe "vamos tentar manter uma amizade" até que ele me chamou pra ir num show e fui meio que já não querendo ir. Até que no show enquanto nós conversávamos ele me beijou. Fiquei meio "que merda é essa que tá acontecendo?" de início mas acabou que fiquei com ele. E tenho ficado com ele casualmente, mas agora é totalmente estranho pra mim. Claramente não sou mais apaixonada por ele, não consigo mais achar ele interessante, nem o acho mais atraente. Sempre que saio num encontro com ele parece que eu faço um esforço enorme pra manter um diálogo com ele. E sinto uma vontade louca de ir embora. Até que um dia, em um desses encontros, ele me disse que tem medo de estar com depressão. Que ele não tem ânimo nenhum de fazer as coisas ou de sair de casa, e que ele só sai de casa quando é pra me encontrar, ou sair com o amigo dele. Isso me deixou bem mal, sinto (pelo que ele me conta pelo menos) que eu sou uma grande parte da vida dele, enquanto pra mim ele já não tem tanto significado. Nesses últimos dias só tenho pensando que não quero esse "relacionamento" nosso. E ontem, quando eu chamei ele pra sair comigo e com meus amigos tive certeza disso. Vê ele fazendo parte da minha vida, me pareceu muito estranho e desconfortável pra mim. Mas agora sinto muito medo de tomar qualquer decisão e isso afetar na saúde psicológica dele. Como faço pra "terminar" em uma situação dessas?
submitted by cheetosonda to desabafos [link] [comments]


MINHA FILHA DE 12 ANOS TERMINOU O NAMORO!! DE VERDADE ... PEDI ELA EM NAMORO DE NOVO E ELA CHOROU - YouTube Atraente ou repelente DUBLAGEM - Início de namoro x namoro antigo (meme de ... A CIÊNCIA GARANTE: Pessoas atraentes são mais bem-sucedidas 2 SEGREDOS DE OURO DAS PESSOAS ATRAENTES - YouTube Namoro, Casamento, Entre Pessoas de Países Diferentes; Será que dá Certo O INCRÍVEL PEDIDO DE NAMORO ( Filme 100% amador ) - YouTube Africanas mais atraentes do Mundo Site De Relacionamento Internacional (Mulheres a Procura De Homens)

Namoro Moçambique Conheça Gente Nova e Sinta a Paixão no Ar!

  1. MINHA FILHA DE 12 ANOS TERMINOU O NAMORO!! DE VERDADE ...
  2. PEDI ELA EM NAMORO DE NOVO E ELA CHOROU - YouTube
  3. Atraente ou repelente
  4. DUBLAGEM - Início de namoro x namoro antigo (meme de ...
  5. A CIÊNCIA GARANTE: Pessoas atraentes são mais bem-sucedidas
  6. 2 SEGREDOS DE OURO DAS PESSOAS ATRAENTES - YouTube
  7. Namoro, Casamento, Entre Pessoas de Países Diferentes; Será que dá Certo
  8. O INCRÍVEL PEDIDO DE NAMORO ( Filme 100% amador ) - YouTube
  9. Africanas mais atraentes do Mundo
  10. Site De Relacionamento Internacional (Mulheres a Procura De Homens)

site de namoro a distancia ... site para conhecer mulheres atraentes mulheres que procuram homens ... melhor site para conhecer pessoas melhores sites de encontros Meu canal de vlog (comédia): Belmiro TV Insta: @patrickbelmiro Face: Patrick Belmiro Contato: [email protected] Pessoas possuem vários hábitos através da repetição que se tornaram rotineiros no dia a dia. Não só atraentes, mas também grandes nomes de sucessos aprendem,... Sexy Body Made In África. This feature is not available right now. Please try again later. ««««««« INSCREVA-SE »»»»»»» ( Filme 100% amador ) MEU CANAL PRINCIPAL : https://www.youtube.com/channel/UC_GPxaepRgIMY1CY5Cqoc5w ... Fiz uma surpresa muito especial para a Gabyy e ela ficou muito emocionada que chorou! Vem ver... Quer uma aliança linda como a nossa na Bella Prata Jóias Ins... No video de hoje minha filha de 12 anos terminou o namoro, que não durou nem uma semana..É SERIO! rsrsrs MINHA LOJA DE ROUPAS- http://www.mully.com.br/ INS... Trata-se de dois perfis de pessoas - os atraentes e os repelentes. E, de como identificá-los. Olá, amigos. Hoje, vamos falar sobre capital erótico (a mistura de charme, elegância, beleza e sex appeal). Entenderemos a sua importância e desmistificaremos a ideia de que pessoas ... Namorar, Casar, com uma pessoa do mesmo País, mesma cidade, mesmo bairro, já é desafiador, agora imagina com uma pessoa de um País diferente!!!